“A fé é a única base aceitável de um relacionamento satisfatório com Deus”

A conversão logo no culto introdutório já prenunciava que o decorrer da noite seria de igualmente benção. E foi o que aconteceu. Logo após este momento devocional que foi iniciado por volta das 17h30, o culto oficial teve a sua abertura com louvores.

Além do Grande Coral formado por 700 vozes, cantores como Jair Santos também entoaram cânticos ao Senhor.

Na ministração da Palavra de Deus, o Ev. Marcelo Telles pregou baseado na epístola destinada aos Hebreus, capítulo 11.1-11. O tema da mensagem foi: “Mulher Cristã: vida de fé fundamentada na Palavra”.

O evangelista abordou a como condição indispensável para que uma mulher agrade a Deus. “A fé é a única base aceitável de um relacionamento satisfatório com Deus”, disse o ministro.

Para ilustrar a mensagem bíblica, Telles usou o exemplo de Sara, uma mulher escolhida por Deus junto com seu marido, mesmo com suas limitações e defeitos. “Mesmo com Abraão tendo 75 anos e Sara 10 anos mais jovem e sendo estéril, Deus escolheu e fez promessas”, afirmou.

Uma das promessas de Deus a Sara foi de que ela seria mãe. No entanto ela não tinha motivos para crer. “Ela não tinha nenhum exemplo, não tinha ninguém na história que fosse estéril e tivesse concebido. Além disso, ela não ovulava mais”.

O ministro finalizou o momento da Palavra contando os detalhes do milagre que Deus operou na vida de Sara, que mesmo sem perspectiva humana nenhuma, gerou após um ano, conforme a promessa feita pelo Senhor. “A idade deles estava avançada mas Deus fez o interior rejuvenescer. Deus substituiu o riso da incredulidade pelo riso da alegria. E cumpriu a promessa”, finalizou.

Programação

Este foi a noite do segundo dia do 17º Congresso de Mulheres, que teve na programação devocionais, estudos, momento de testemunho e agradecimentos ao Senhor. Amanhã a programação continua com a transmissão do culto evangelístico pela Rede Brasil.

IEADPE celebra 98 anos em culto de encerramento da 60ª EBO

IEADPE / RBC
IEADPE / RBC

A 60ª Escola Bíblica de Obreiros (EBO) da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Pernambuco (IEADPE) chegou ao fim. O culto de encerramento foi marcado por instantes maravilhosos de louvor e adoração, além da poderosa ministração da Palavra de Deus.

Em 24 de outubro de 1918, os missionários suecos Joel e Signe Carlson realizaram o primeiro culto oficial da IEADPE, no bairro da Boa Vista, na área central do Recife. Nesta segunda (24), a Igreja se reuniu em agradecimento a Deus pelos 98 anos da chama pentecostal em solo pernambucano.

IEADPE / RBC
IEADPE / RBC
IEADPE / RBC
IEADPE / RBC
IEADPE / RBC
IEADPE / RBC
IEADPE / RBC
IEADPE / RBC

O louvor a Deus foi entoado pelo Coral Filadélfia e pelo Coro e Orquestra Doce Harmonia, do Templo Central. Além do Quarteto Gênesis e do saxofonista Théo Santos, o novo integrante da Bereia Bookstore, lançando o álbum “Clássicos”.

A ministração da Palavra de Deus foi feita pelo Pr. Elizeu Martins, da AD em Itapevi (SP), que falou sobre os frutos do Espírito Santo e a sua ação no meio da Igreja.

IEADPE / RBC
IEADPE / RBC

Neste culto, o Pastor Presidente, Ailton José Alves, convidou o primeiro-secretário da IEADPE, Pr. Luiz Mário, para chamar nominalmente os irmãos do Grande Recife e dos Setores que foram consagrados à função de presbítero. O Pr. Severino Alves de Almeida falou sobre a atividade ministerial e as atribuições do presbitério e o Pr. Joab Fortunato orou pelos chamados.

Em seguida, o primeiro-secretário da Convenção de Ministros da IEADPE (CONADEPE), Pr. Simas Dias, convidou a frente os oito presbíteros consagrados ao ministério como evangelistas, e leu a relação de mudanças no Interior do Estado. O Pr. Dário Tavares deu conselhos práticos e espirituais para o exercício ministerial e, depois, o Pr. Joel Teixeira orou pelos novos evangelistas.

O Pastor Presidente agradeceu a Deus pelo aniversário da IEADPE, apresentando a Ir. Ruth Carlson, filha do casal de missionários suecos que vieram pregar em Pernambuco, que falou de sua gratidão por acompanhar o crescimento da Igreja em todo o Estado. Pastor Ailton também lembrou os 39 anos do Templo Central, destacando a beleza e a modernidade da obra. Ele agradeceu a todos os envolvidos na organização do evento e à Igreja, e já falou da próxima EBO e do centenário da IEADPE que será comemorado em 2018.

IEADPE / RBC
IEADPE / RBC
IEADPE / RBC
IEADPE / RBC
IEADPE / RBC
IEADPE / RBC

Veja as mudanças anunciadas nesta EBO:

De Recife para Upatininga: Pb. Dionísio Lira

De Agrestina para Camutanga: Pr. Elisael Alves

De Tacaratu para Agrestina: Pr. Luiz Ferreira

De Capoiras para Serrita: Pb. Daniel Lira

De Ibirajuba para Jataúba: Ev. Marcos Monteiro

De Recife para Ibirajuba: Pb. Maurício Francisco

De Brejo da Madre de Deus para Recife: Pr. Irapuã Ribeiro

De Recife para Brejo da Madre de Deus: Ev. Nilton Bezerra

De Palmeirinha para Carnaíba: Ev. Luiz de Souza

De Carnaíba para Palmeirinha: Ev. Miguel Pedro

De Águas Belas para Tacaratu: Pr. Carlos José

 

O poder purificador do Espírito Santo

Pedro Henrique - IEADPE / RBC
Pedro Henrique – IEADPE / RBC

O penúltimo dia da 60ª Escola Bíblica de Obreiros (EBO) foi marcado por mais um poderoso culto de louvor e adoração ao Senhor, com a participação do Coral Filadélfia, da União de Adolescentes Resplandecer (Unidar), da Banda Canaã, todos do Templo Central. Além dos cantores Flávia Domingues, Joquebede Rodrigues e o saxofonista Théo Santos. De todas as regiões do Estado, milhares de irmãos estiveram presentes, entre eles os das Áreas escaladas do Grande Recife e uma caravana do Setor 7 – Sirinhaém.

IEADPE / RBC
IEADPE / RBC
IEADPE / RBC
IEADPE / RBC
IEADPE / RBC
IEADPE / RBC

Como nas outras noites, os missionários da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Pernambuco (IEADPE) na Argentina, em Portugal e na África do Sul, que estão participando desta edição da EBO, foram apresentados aos irmãos. Também estão em Pernambuco, nestes dias, irmãos da Missão na Argentina.

A ministração da Palavra de Deus foi realizada pelo Pr. Juan Carlos Escobar, presidente da AD na Espanha, com tradução realizada pelo Ev. André Alencar. Ele falou sobre a manifestação do poder de Deus, inicialmente na história de Abraão – quando lhe prometeu um filho – e, depois, mostrando o exemplo do combate entre Davi e Golias: “Saul olhou para ele e teve pena, mandou que o menino vestisse a sua armadura […] Golias estava desafiando o exército de Israel há vários dias […] mas a vitória não estava na armadura, não estava em Davi, estava em Deus”, exclamou.

IEADPE / RBC
IEADPE / RBC

O ministro aconselhou os ouvintes a não estarem preocupados com os estereótipos formados pela mídia, enquanto se estendia no caso de Davi, que aparentemente não teria condições de vencer a luta. “As aparências enganam muita gente […] Mas o poder de Deus na vida de um crente faz a verdadeira diferença”.

Pastor Juan Carlos encerrou a ministração falando da mudança promovida pelo Espírito Santo de Deus na vida daqueles que a entregam ao Senhor, seja no controle da língua, das emoções e reações. Ele levou a Igreja a um momento de reflexão, enquanto descrevia os efeitos do pecado e o poder purificador de Jesus: “Diga ao Senhor: limpa o meu coração, porque numa vida suja com o pecado o Espírito de Deus não habita […] e você é servo de Deus, Ele deseja usar a sua vida […] hoje é noite de reconciliação”, disse.

IEADPE / RBC
IEADPE / RBC
IEADPE / RBC
IEADPE / RBC
IEADPE / RBC
IEADPE / RBC
IEADPE / RBC
IEADPE / RBC

Neste culto, o Pastor Presidente, Ailton José Alves, convidou o Pr. Simas Dias, primeiro-secretário da Convenção de Ministros da IEADPE (CONADEPE), para chamar nominalmente os irmãos do Interior que foram consagrados ao ministério como presbíteros da Igreja. O Pr. João Severino Fernandes, vice-presidente de honra da CONADEPE falou de conselhos práticos e atribuições ministeriais que os chamados passam a exercer e o Pr. João Marcos Fernandes, da IEADPE no Setor 3 – Moreno, orou por eles.

Nesta segunda-feira (24), não haverá estudo bíblicos durante o dia. À noite, o culto de encerramento desta 60ª EBO começa a partir das 18h30. Será um culto de gratidão pelos 98 anos da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Pernambuco (IEADPE).