Chega ao fim a 59ª Escola Bíblica de Obreiros e a comemoração dos 97 anos da IEADPE

Fotos: Everton Irineu e Felipe Santos
Fotos: Everton Irineu e Felipe Santos
Depois de uma semana sentindo a presença de Deus de maneira maravilhosa, milhares de irmãos estiveram no Templo Central da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Pernambuco (IEADPE), para agradecer por tudo que receberam nos últimos sete dias.
Desde o domingo (18), milhares de obreiros participaram de estudos bíblicos direcionados ao aprimoramento do ministério. As plenárias aconteceram das 8h às 17h. Entre os preletores, o Pastor Ailton José Alves, presidente da IEADPE e da Convenção de Ministros (CONADEPE); o Pr. José Wellington Bezerra da Costa, presidente da Convenção Geral das ADs no Brasil (CGADB); o Pr. Joel Freire, superintendente das ADs na Flórida (EUA); o Pr. José Carlos, presidente da AD na Paraíba e da União de Ministros do Nordeste (UMADENE); o Pr. Juan Carlos Escobar, presidente da AD na Espanha; o Pr. Esequias Soares, da AD em Jundiaí (SP) e presidente da Comissão de Apologética Cristã da CGADB; o Pr. Wagner Gaby, presidente da AD em Curitiba (PR); o Pr. Nelson Luchtenberg, presidente da Convenção de Ministros da AD em Rondônia (CEMADERON); o Pr. Daniel Nunes, presidente da AD em Campina Grande (PB); o Pr. José Prado Veiga, da AD em Itaim Paulista (SP); o Pr. Samuel Oliveira, vice-presidente da CONADEPE; o Pr. Simas Dias, primeiro-secretário da CONADEPE e o Pr. Jayme Alexandre, membro da CONADEPE.
No último dia, os irmãos chegaram cedo para garantir um bom lugar no Templo Central e não perder nenhum detalhe do culto. Vale mencionar os milhares de pessoas que acompanharam toda a transmissão feita pela Rede Brasil de Comunicação, pela TV, pelo rádio e pela internet.
Louvando ao Senhor, participaram o Coral Filadélfia, a Banda Canaã, o Quarteto Gênesis, o cantor Otoniel e a cantora Flávia Domingues, que é a nova integrante do casting da Bereia Music, lançando o CD Cante e Adore.
A ministração da Palavra de Deus foi realizada pelo Pr. Juan Carlos Escobar, da Espanha, com facilitação feita pelo Ev. André Alencar. O texto lido foi o de João 5.1 e versículos seguintes, onde está relatada a história do encontro de Jesus com o paralítico do tanque de Betesda.
O ministro falou da semelhança entre o que se tornou o tanque de Betesda, a fé histórica “e até mesmo o cristianismo”, em muitos lugares. Algo para onde as pessoas correm em busca de uma ajuda, uma fonte de onde se espera alcançar misericórdia. Ele revelou o equivoco cometido por essas pessoas, que depositam a esperança em alguma coisa ou em um relato e não em Jesus. “Hoje é um dia de esperança, por isso Jesus se aproxima, sempre é Jesus que toma a iniciativa […] Ele é um Deus de misericórdia, e Ele está passando aqui […] Ele não é um Deus morto”, contou.
Enfatizando a pergunta de Jesus ao paralítico: “Queres ficar são?”, o Pr. Juan falou de que apesar de parecer ter uma resposta obvia, Jesus dirige o questionamento àquele homem, porque o seu interesse era saber se ele além de precisar, queria ter a vida transformada, “[…] parece mentira, mas tem gente que não quer mudar […] Jesus vai direto ao ponto, vai direto ao coração: ‘Queres ou não queres? ’”.
Ele explicou a necessidade de depositar a responsabilidade da situação que enfrenta em outros por parte daquele paralítico e de muitas pessoas. “Tem muita gente entrando em depressão, muita gente colocando a responsabilidade das dificuldades nos outros […] olhando para as próprias forças […], mas Jesus olha para aquele homem e lhe diz: ‘Se você não quiser vai continuar aí deitado, mas se quiser ter a vida transformada: levanta-te, toma a tua cama e anda! ’”.
Encerrando a mensagem, o preletor desafiou os ouvintes a se moverem, se aproximarem de Cristo para terem a vida transformada. “Você está esperando um anjo, um milagre, alguma coisa que não acontece, não acontece, mas Jesus está aqui, Ele é a fonte da água viva, das águas que curam”, exclamou, enquanto ministrava a transformação de vidas e convidava as pessoas que desejavam entregar a vida a Cristo. Quatro pessoas aceitaram a Jesus como salvador.
O Pastor Presidente agradeceu a Deus e a todas as equipes envolvidas na realização do evento, desde a implantação da Campanha Estadual de Oração, e todo o planejamento até o culto de encerramento, e também a Igreja do Senhor.
Em seguida, o Pr. Luiz Mário, primeiro-secretário da IEADPE, passou a chamar os irmãos que foram consagrados presbíteros para servir nas filiais do Interior do Estado. Depois, também foram chamados os 15 presbíteros que foram consagrados ao ministério de evangelista, entre eles os missionários Jardinilson, Ubirajara Lopes e Josiel Cavalcante, que trabalham na Argentina.

Igreja chamada para ser sal

Fotos: Everton Irineu e Felipe Santos
Fotos: Everton Irineu e Felipe Santos
O penúltimo culto festivo desta 59º Escola Bíblica de Obreiros contou com a casa cheia. Em geral, um número maior de pessoas está de folga do trabalho e dos estudos no sábado à tarde. Além disso, mais irmãos do Interior tiveram a oportunidade de vir ao Templo Central. Diversas caravanas de cidades da Zona da Mata, Agreste e também do Sertão marcaram presença.
A adoração ao Senhor teve início antes mesmo do culto. Já às 17h, diversos irmãos já estavam no Templo, e puderam louvar a Deus com a Orquestra que afinava os instrumentos e realizava os últimos ajustes no som. Depois que o culto de louvor e adoração a Deus começou, os hinos de exaltação conduziram os presentes a glorificar ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Eles foram entoados pelos cantores Ivanildo Silva, Joquebede Rodrigues e o irmão Francisco, de Petrolina, além da jovem Marliene Ruth, filha do Ev. Gilson Bezerra, missionário da IEADPE no Peru. Também cantaram o Coral Filadélfia, o Coro Jovem e o Coro e Orquestra Doce Harmonia, do Templo Central.
A ministração da Palavra de Deus, mais uma vez, foi feita pelo Pr. Juan Carlos Escobar, presidente da AD na Espanha, com facilitação feita pelo Ev. André Alencar. Ele leu o texto bíblico de Mateus 5.13: Vós sois o sal da terra […]. A mensagem foi iniciada com relato da situação desafiadora vivida pela Igreja na atualidade, que precisa ser e fazer diferença, como o sal.Depois de narrar a historia bíblica da trasladação de Elias e a unção recebida por Eliseu, o ministro falou do poder deixado por Cristo a Sua Igreja, enfatizando a presença do Espírito Santo como agente de vida e poder. “O mesmo poder que levantou Jesus de entre os mortos está sobre você! Está sobre a Igreja! O poder de Jesus está sobre nós”, exclamou.
“Vós sois o sal da terra, e enquanto o sal esta na terra há esperança”, disse, ao analisar o estado de perdição e distanciamento de Deus em que se encontra o mundo com suas ideologias. Ele convidou a Igreja de Cristo a fazer diferença e, em referência a pregação do Evangelho, falou: “Vamos colocar sal nos corações das pessoas […] Deus te colocou neste lugar para ser influência […] Somos a esperança deste mundo”.
Encerrando a mensagem, o Pr. Juan convidou a Igreja para, de pé, proclamar a bênção de Deus sobre o Recife, sobre Pernambuco, exclamando com veemência: “Somos sal, somos sal, somos sal!” Após um sublime momento de adoração, uma pessoa aceitou a Jesus como salvador.
O Pastor Presidente, Ailton José Alves, aproveitou alguns minutos seguintes para falar dos 97 anos da IEADPE, completados nesta data, 24 de outubro. Ele fez menção aos desafios enfrentados pelos missionários Joel e Signe Carlson, e o crescimento dado por Deus a esta Igreja, durante todos estes anos.
A irmã Ruth Carlson, filha dos missionários pioneiros, agradeceu a Deus por ter a oportunidade de ver o avanço do trabalho que acompanhou durante toda a vida. O Pastor Presidente convidou o Pr. João Severino Fernandes, vice-presidente de honra da Convenção de Ministros da IEADPE (CONADEPE), para orar ao Senhor agradecendo-o por tudo.
O Pr. Luiz Mário, primeiro secretário da IEADPE foi convidado a chamar a relação dos irmãos separados para diáconos do Interior do Estado.

Não tenham medo pequeno rebanho

Foto: Hércio Moraes/RBC
Foto: Hércio Moraes/RBC
Na manhã deste sábado (24), a leitura foi realizada pelo pastor João Fernandes, no capítulo 28 do Evangelho segundo Mateus. Logo após, o pastor Juan Carlos Escobar, Presidente da Assembleia de Deus na Espanha, iniciou o estudo. Com o tema centralizado nos Falsos Profetas e no Evangelho pregado às nações. “Nós temos que ter uma visão profética do que está acontecendo no mundo”, alertou. “A união européia está se tornando cada vez menos unida […] quando temos uma crise como esta dos refugiados, nos damos conta que os governos não entram em acordo […] nós estamos diante de um cenário onde não existe quem garanta paz e segurança, isso traz insegurança à alma das pessoas, até os governantes estão inseguros […] O cenário está se preparando para um governante que trará uma estabilização, nós não estamos falando de qualquer pessoa, mas de um líder que proporá a ordem, este homem será o Anticristo, estou falando do que Deus tem falado a mim”, concluiu.
_MG_6297“Estamos vendo um movimento estratégico na área do oriente médio, poucas nações defendem os direitos de Israel […] Mas vamos orar por Israel, vamos orar pela paz em Israel, Deus vai intervir de uma forma extraordinária”. Certamente você lê as notícias, mas como você as interpreta? Escute as palavras do Senhor: ‘Não tenham medo pequeno rebanho’. Deus está acima da história, para cumprir seus desígnios. O Diabo não vai vencer, quem vencerá é a Igreja. E continuou, após ler em Mt 24. 3-5 e 24: “E, estando assentado no Monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos em particular, dizendo: Dize-nos, quando serão essas coisas, e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo? E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane; Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos. Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos”.
_MG_6269O pastor Juan deu prosseguimento ao estudo lembrando que é preciso se preparar e anunciar o Evangelho: “O profeta do diabo cativa as mentes, manipula. Mas a verdade de Deus, revelada através do profeta, liberta […] você não precisa da imaginação, você precisa da revelação de Deus […] Fale a mensagem de Deus, não para impressionar, mas para guiar o povo”, destacou.
_MG_6304“Descansarei, descansarei, sob suas asas preciosas. Descansarei, e não temerei, sob asas tão poderosas!”, cantou o pastor João Fernandes, logo após o término do primeiro estudo. O pastor Paulo Cristovão convidou a igreja a entoar o hino de número 306: “A Palavra de Deus É Um Tesouro”. Na segunda preleção o Pr. Juan ministrou sobre as mudanças devido ao tempo, aos dias que estão passando muito rápido e enfatizou sobre o crescimento da igreja. “Por que eu estou lhe dizendo isso? Por que o tempo está encurtando, os países precisam ser evangelizados. Nenhuma terra está fora do plano de Deus”._MG_6297
“Não coloco meus olhos nas ameaças, mas na promessa de Deus. Satanás não irá nós confundir, o Senhor está abrindo as portas das fronteiras. Agora é o tempo para que a igreja pregue o evangelho”.
“Eu creio que neste dia Deus está nós falando de uma estratégia: alçar as tendas, reforçar as estacas, prepara-se para crescer. Aumenta teu conhecimento, continua crendo no que Deus tem para ti, pois será incontável como a areia da praia. Se plantarmos igrejas em terras assoladas, as cidades serão restauradas […] “Deus está te dizendo, não deixe de semear, não desanime, não desmaie. Ainda que você não veja, a seu tempo, você vai colher.O Pastor Presidente Ailton José Alves finalizou as instruções dirigidas aos obreiros e esposas de obreiros. O pastor agradeceu, diante de todos, pela vida do pastor Juan Carlos e declarou: “O senhor não está sozinho, tem um amigo”. O pastor também convocou todos para apresentarem à Deus em oração a vida e ministério do pastor Juan, sua esposa, família e a missão, tanto na Espanha, quanto em toda a Europa.
Foto: Felipe Santos/IEADPE
Foto: Felipe Santos/IEADPE

A Igreja mantendo a chama do Espirito Santo acesa

Fotos: Everton Irineu e Felipe Santos
Fotos: Everton Irineu e Felipe Santos
O culto festivo desta sexta-feira (23), da 59ª Escola Bíblica de Obreiros da IEADPE foi marcado pela adoração ao Senhor, que levou a igreja a longos momentos de fervor e glorificação.
Desde a abertura do evento, irmãos das filiais da IEADPE no exterior como a Argentina, vieram participar desta edição, como também, alguns missionários da África, Peru e Argentina. Várias caravanas do Interior e grupos da Região Metropolitana do Recife também marcaram presença.
Entre os órgãos e grupos de louvor escalados pelo Pastor Presidente Ailton Alves, estava o coral do Setor 02 – São Lourenço da Mata, o Saxofonista Theo, o Quarteto Gênesis, o Quinteto Feminino e a União de Adolescentes Resplandecer (Unidar), do Templo Central.
A ministração da Palavra de Deus foi feita pelo Pr. Juan Carlos Escobar, presidente da AD na Espanha, com facilitação feita pelo Ev. André Alencar. Ele iniciou a preleção lendo textos referentes ao surgimento de falsos mestres nos últimos dias e a carta de Cristo à igreja de Éfeso.
Uma descrição da situação vivida pela igreja de Éfeso, que era atuante, trabalhadora e doutrinada, mas deixou o primeiro amor, passou a ser feita pelo preletor. O ministro passou a narrar a realidade dos tempos vividos pela igreja da atualidade diante do que aconteceu a igreja de Éfeso.
“As pessoas querem ouvir algo que lhes faça bem, e a falsa doutrina vai fazer você ouvir o que lhe faça bem, mas vai lhe afastar da presença de Deus”, exclamou detalhando a situação de muitas pessoas que se deixam levar por qualquer novidade e criam comichão nos ouvidos – desprezam a doutrina e a Palavra de Deus.
Explicando a semelhança bíblica dos últimos dias e os dias de Noé, o Pr. Juan esclareceu a situação de crescente maldade e exclusão de Deus na civilização daquele tempo e na atualidade. Ele apresentou dados que comprovam o crescimento acelerado do agnosticismo no mundo ocidental. O que tem relação com a pregação da ideologia de gênero, que tem se espalhado no mundo através de projetos de lei e normas educacionais, com o objetivo de deturpar os valores divinos e expor as crianças a uma ideologia satânica.
“Jovem, os inimigos não são os professores da faculdade, é a ideologia, é a ideologia que quer deturpar os preceitos de divinos, mas Deus está levantando uma igreja forte no Brasil para combater com as armas espirituais”, exclamou.
Ele encerrou a preleção com uma oração para que o Senhor desperte a Sua Igreja, pedindo que a chama não pare de arder nos corações. “Faça um pacto com Deus”, disse. Momento em que a graça do Espírito Santo tomou conta do ambiente. Em seguida, o Pastor Presidente, Ailton José Alves convidou o Pr. Luiz Mário, primeiro secretário da IEADPE para ler a relação de irmãos que foram consagrados a presbíteros do Recife, Região Metropolitana e Setores.

“Não contrarie a vontade do Pai”, foi o conselho desta quinta tarde de estudos da 59ª EBO

Foto: Hércio Moraes/RBC
Foto: Hércio Moraes/RBC

O primeiro estudo da tarde foi ministrado pelo Pr. José Carlos da Silva, presidente da Assembleia de Deus na Paraíba. Ele aconselhou os obreiros a terem cuidado para não cuidarem da obra como se fosse deles, porque a obra é de Deus. O pastor disse também que quando Deus manda, o obreiro tem que obedecer.

Ele falou que o obreiro não pode se apegar a uma cidade a ponto de recusar a vontade de Deus que ele vá para outra. “A obra é de Deus, não contrarie a vontade de Papai”, disse.

Foto: Hércio Moraes/RBC
Foto: Hércio Moraes/RBC

Durante o intervalo entre os estudos, os irmãos adoraram a Deus através de louvores. O Pr. Nelson Luchtenberg, presidente da Convenção Estadual dos Ministros das Assembleias de Deus em Rondônia, deu inicio ao segundo estudo da tarde e continuou falando sobre o tema: Santificação no Púlpito.

Foto: Hércio Moraes/RBC
Foto: Hércio Moraes/RBC

Ele falou que é importante ter a certeza da salvação. “Nós precisamos ter a certeza que não somente somos crentes, mas que somos salvos”, afirmou.
Foto: Hércio Moraes/RB
Foto: Hércio Moraes/RB

Paralelo aos estudos dos obreiros, as esposas dos ministros também estavam aprendendo mais da Palavra de Deus no estudo da União das Esposas de Ministros das Assembleias de Deus em Pernambuco (UEMADEPE), no prédio anexo ao templo.
Foto: Felipe Santos/IEADPE

Obreiro e esposa: diferentes papéis, ambos aprendendo sobre a santificação

Foto: Felipe Santos/IEADPE
Foto: Felipe Santos/IEADPE
Na manhã desta sexta-feira (23), os estudos da 59ª Escola Bíblica de Obreiros (EBO), foram direcionados no templo para os Obreiros, e no auditório do 5º andar, para as esposas de obreiros. No templo, o pastor Jaime Alexandre e o pastor Paulo Cristovão iniciaram louvando os hinos congregacionais com voz e sanfona: “Por que te abates ó minha alma e te constranges, perdendo a calma? Não tenhas medo, em Deus espera”. A oportunidade para a transmissão da palavra foi concedida ao Pr. José Prado Veiga, da Assembleia de Deus, Ministério do Belém, em Itaim Paulista/SP, que leu na carta aos Filipenses, capítulo 2, versículo 15: “Para que sejais irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis no meio de uma geração corrompida e perversa, entre a qual resplandeceis como astros no mundo.
Foto: Felipe Santos/IEADPE
Foto: Felipe Santos/IEADPE

“O senhor nós salvou, a nossa parte é lutarmos pela santificação. É preciso que o obreiro seja irrepreensível, é difícil, mas precisamos lutar para alcançar”. “O nosso modelo de santidade é Deus […], pois, a igreja copia a postura do obreiro”. E prosseguiu com as orientações: “Quem põe fogo na igreja é o Senhor, se ele não por, não force, faça a sua parte e deixe o resto com ele, não mexa, deixe que ele mova”, finalizou o pastor Prado Veiga.
Foto: Hércio  Moraes/RBC
Foto: Hércio Moraes/RBC
O Pr. Nelson Luchtenberg, Presidente da Convenção Estadual dos Ministros das Assembleias de Deus no Estado de Rondônia, ministrou o segundo estudo. Na plenária ele enfatizou: “O pastor que exerce um ministério ideal, é aquele capaz de sacrificar seus próprios direitos: ’Não tenho a minha vida por preciosa, contanto que cumpra com alegria a minha carreira e o ministério que recebi do Senhor Jesus, para dar testemunho do evangelho da graça de Deus” citando o versículo 24 do capítulo 20 do livro de Atos. “Estamos vivendo um tempo difícil para ser pastor, mas não impossível […] estamos no tempo de muita filosofia, uma delas diz: Não importam os meios, só os fins. Mas isso não é verdade, o que plantarmos, colheremos. Há a necessidade do sacrifício, Cristo alertou aos discípulos: Se quiser, tome a sua cruz ”. “Não adianta seguir a Jesus sem levar a cruz irmãos.”_MG_5183
Foto: Hércio  Moraes/RBC
Foto: Hércio Moraes/RBC
O terceiro estudo foi ministrado pelo pastor Pr. Joel Freire da Costa, dando continuidade ao ensino com o tema: “Priorizando a Santidade no púlpito”; durante a plenária o pastor destacou: “Santidade no púlpito é levar as pessoas a Cristo. Santidade no púlpito só acontece quando a gente vai comer a Bíblia” e completou: “Santidade no púlpito. A Palavra tira a sujeira. Deus se agrada da sinceridade”.
Foto: Felipe Santos/IEADPE
Foto: Felipe Santos/IEADPE
Para as esposas de obreiros, a irmã Edna Veiga transmitiu o estudo. O tema: “A mulher do Obreiro e a Santificação” foi embasado no versículo 22, do capítulo cinco da primeira epístola aos Tessalonicenses. A irmã Edna lecionou e contou algumas experiências vividas para a ilustração da palavra. “Quando nós estamos no caminho da santificação, Deus não se agrada quando não perdoamos nossos irmãos. O Senhor cobra, pois o processo de santificação fica estacionado e damos brechas ao inimigo, ficamos sem a paz de Deus que excede todo o entendimento”, exemplificou. A Irmã Judite Alves participou louvando com as irmãs e agradecendo a Deus pelo alimento espiritual.
Foto: Felipe Santos/IEADPE
Foto: Felipe Santos/IEADPE

Foto: Felipe Santos/IEADPE
Foto: Felipe Santos/IEADPE

_MG_5841

Alcançados pela misericórdia de Deus e capacitados para Sua obra

Fotos: Hércio Moraes (RBC)
Fotos: Hércio Moraes (RBC)
O culto de louvor e adoração ao Senhor desta quinta-feira (22) contou com a participação de um número maior de irmãos das Áreas da Região Metropolitana do Recife, dos Setores 04 – Vitória de Santo Antão, e 10 – Jaboatão dos Guararapes, escalados pelo Pastor Presidente, Ailton José Alves, para o evento, e de várias cidades do Interior do Estado.
Os louvores foram entoados pelo Coro e Orquestra Doce Harmonia, do Templo Central, e pelo Coral do Setor 10 – Jaboatão. Também cantaram o Quarteto Ebenézer, da congregação no Alto Nova Olinda 2, e o irmão Alberes Nascimento.
A ministração da Palavra de Deus foi feita pelo Pr. Juan Carlos Escobar, presidente da AD na Espanha, com facilitação do Ev. André Alencar. Ele iniciou a preleção falando da gloriosa instituição da Igreja, que “não é os prédios físicos, não é a tecnologia utilizada, a Igreja é um povo comprado pelo sangue de Jesus na cruz do calvário”, exclamou.
O ministro explicou o privilégio que os salvos em Cristo têm por terem sido escolhidos, amados e resgatados pelo Seu sacrifício na cruz. Em referência a missão da Igreja de pregar o Evangelho, o Pr. Juan falou do alcance da misericórdia de Deus, que chegou até nós e nos capacita para contarmos sobre ela a outros. “Ele alcançou a mim, pode alcançar você também, Ele perdoou a mim e pode perdoar você também”, enfatizou.Ele encerrou a preleção falando de que o desejo de Deus é nos fazer lembrar quem somos. “Você tem que deixar seus sonhos, seus projetos e seguir o que Ele tem para você”, explicou, após falar do exemplo de transformação produzido pelo Senhor em Moisés, enquanto esteve 40 anos em Midiã.
“É importante que em sua vida cheguem momentos em que você se sinta impotente, frustrado, sentindo a humilhação, sentindo que não é nada […] quando você diz não posso, estou acabado, aí Deus vem e mostra um plano para a sua vida, e você vai dizer: ‘Senhor, quem sou eu? Eu não posso’ […] e Ele vai dizer: ‘Você não pode, mas Eu posso e vou contigo’”, destacou.
A congregação foi tomada pela glória do Senhor, enquanto dezenas de irmãos recebiam renovo espiritual e quatro pessoas decidiram aceitar a Jesus como salvador. Em seguida, o Pastor Presidente convidou o Pr. Luiz Mário, primeiro secretário da Igreja, para chamar os 250 irmãos que foram separados para diáconos, no Recife e Região Metropolitana, além dos Setores.

Obreiros aprendendo a serem santos e se prepararem para a volta de Cristo

Foto: Everton Irineu/RBC

Na tarde desta quinta-feira (22), quarto dia de estudos da 59ª Escola Bíblica de Obreiros, o templo estava lotado de obreiros e suas esposas ansiosos para aprender mais da Palavra de Deus. Entre louvores e leitura da Palavra os estudos da tarde começaram.

A primeira plenária começou pontualmente às 14h, e o estudo foi ministrado pelo Pr. Wellington Bezerra da Costa Junior. Ele falou sobre a relação entre pastor e ovelha, a função dos obreiros na Igreja e a importância do respeito na hierarquia.

O pastor usou como exemplo, a parábola da ovelha perdida, para dizer que o pastor deve oferecer proteção a suas ovelhas. Segundo ele, o pastor tem que amar e buscar as ovelhas que estão perdidas.

O segundo estudo da tarde ficou por conta do Pr. Juan Carlos Escobar, presidente da Assembleia de Deus na Espanha. Com tradução do Ev. André Alencar, o pastor falou sobre o tema: A Preparação da Igreja e dos Obreiros para a Vinda de Cristo.
Foto: Everton Irineu/RBC
“Deus tem o controle da história. O propósito de Deus vai se cumprir, Deus está presente na crise do Brasil e na crise dos refugiados. Deus está presente na África e na Ásia. Ele está presente na consumação dos tempos e seu plano se cumprirá”, afirmou.

O pastor falou sobre os sinais que nos mostram que a vinda de Cristo está próxima, mas lembrou que a vontade de Deus é que todas as regiões do mundo sejam impactadas pelo evangelho, e para isso, a igreja precisa despertar e pregar o evangelho a todas as nações.
Foto: Everton Irineu/RBC

O pastor comparou os acontecimentos que o mundo está passando com dores de parto. Ele disse que a terra está em contrações para o que está por vir: a volta de Jesus.

Finalizado o estudo ministrado pelo pastor Juan Escobar, o Pr. Joel Freire da Costa trouxe a continuação do estudo sobre A Santidade no Púlpito. “Santidade no púlpito começa com vida devocional e intimidade com Deus”, disse.

Everton Irineu/RBC
Fotos: Everton Irineu/RBC

Santos para servir

Everton Irineu/RBC
Everton Irineu/RBC
“Quero andar de valor em valor e seguir a Jesus meu Senhor”, foi um dos hinos da Harpa Cristã entoados pelo Pr. Paulo Cristovão no início do culto da manhã desta quinta-feira, 22. O pastor Esequias soares deu continuidade aos estudos sobre Israel e a volta de Cristo. Após a leitura de Zacarias 12.2 e 3 que diz: “Eis que eu farei de Jerusalém um copo de tremor para todos os povos em redor, e também para Judá, durante o cerco contra Jerusalém. E acontecerá naquele dia que farei de Jerusalém uma pedra pesada para todos os povos; todos os que a carregarem certamente serão despedaçados; e ajuntar-se-á contra ela todo o povo da terra”, o pastor Esequias palestrou sobre a capital Eterna de Israel, Jerusalém. E aproveitou para se despedir da igreja em Pernambuco, pois ainda hoje vai retornar à igreja que pastoreia. E o Pastor Presidente Ailton Alves, agradeceu ao ministro Esequias Soares pela sua participação na 59ª Escola Bíblica de Obreiros.

Everton Irineu/RBC
Everton Irineu/RBC
Na segunda plenária, o pastor Superintendente da Igreja Evangélica Assembleia de Deus na Flórida – EUA, Joel Freire Costa, ministrou sobre o seguinte tema: “Priorizando a Santidade no Púlpito” e iniciou falando sobre a simplicidade que está sendo deixada em segundo plano, sendo substituída pela vaidade. “A santidade no púlpito tem que ser prioridade, não se entrega púlpito a qualquer pessoa”, enfatizou o pastor Joel Freire. “A sua missão na vida é arrancar almas do inferno. Não se permita dormir sem pregar o evangelho para ao menos uma pessoa, todos os dias”.

Everton Irineu/RBC
Everton Irineu/RBC
“Precisamos que os nossos filhos cheguem às universidades santos, lavados no sangue de Jesus Cristo, porque estão querendo tornar a mentira em verdade por meio da repetição”, alertou o pastor Joel Freire. “O crente santo não é proibido de sorrir, pelo contrario, o que é isso? Vida no altar: Santidade.” Finalizando a transmissão da palestra, o pastor Joel falou sobre o que é ter santidade: “tendo santidade na vida, temos graça e paz. O que chama atenção é a graça e a paz”. Durante o intervalo o irmão Francisco, da cidade de Petrolina recebeu a oportunidade para louvar ao Senhor com os santos. Ele agradeceu a Deus e ao pastor pela oportunidade. “Não importa se é grande a tua luta, não importa se é grande a tua dor. O que importa é que cristo tem poder”, entoou. Ainda durante o intervalo, o pastor Ailton destacou a necessidade de instruir os jovens sobre a importância de Israel, “É preciso orar por Israel”, completou.
Everton Irineu/RBC
Everton Irineu/RBC

Pastor José Wellington, aplicou o terceiro estudo, com o tema: “Santos Para Servir”. Baseado no capítulo primeiro da epístola aos Romanos, nos versículos 1 ao 7. “Ser santo é ser liberto de toda escravidão do pecado […] não há maior prêmio do que ser salvo por Jesus Cristo, ser batizado no Espírito Santo, receber as benção dEle e, como se já não bastasse, recebemos a santificação”. Com a instrução sobre os cuidados nas oportunidades concedidas durante o culto, o pastor frisou, assim como o pastor Joel: “Este púlpito da Assembleia de Deus deve ser utilizado apenas por santos”. E completou: “Amados, se prega muito autoajuda. Mas, precisamos pedir ajuda do alto”. _MG_5232
Durante o ensino ele rogou: “Meus queridos que o Senhor nos ajude, para que onde estivermos todos possam dizer assim como a mulher rica da região do Suném disse ao seu marido a respeito de Eliseu: ‘Escuta: eu sei que esse homem, que passa sempre por nossa casa é um santo homem de Deus’” (2 Reis 4:9). “Deus precisa de obreiros santos, que orem e impunham as mãos sobre os enfermos e eles sejam curados, isto é uma promessa de Deus para nós. Ele é o mesmo Deus que cumpre suas promessas”. “A nossa vida de santificação deve ser preservada, ainda que custe caro. José preferiu ir para a cadeia. O homem santo pode passar por dificuldade, mas, lá na frente Deus o exalta” e finalizou ressaltando: “Sirva ao Senhor com Alegria e Deus vai fazer prosperar o teu caminho. Sejam Santos Para Servir”.

IEADPE agradece a Deus pela vida e pastorado do seu presidente

Fotos: Everton Irineu e Felipe Santos
Fotos: Everton Irineu e Felipe Santos
Gratidão foi a emoção protagonista do culto festivo desta quarta-feira (21). A quarta noite da Escola Bíblica de Obreiros (EBO) é caracterizada pela realização do Culto em Ações de Graça ao Senhor por mais um aniversário de pastorado e de vida do Presidente da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Pernambuco (IEADPE), Pastor Ailton José Alves. São 17 anos a frente da Igreja e da Convenção de Ministros (CONADEPE) em todo o Estado.
Um grande número de irmãos compareceu ao Templo Central para participar deste culto de louvor e adoração. Já às 18h, a maior parte dos assentos disponíveis estava ocupada. Como é costumeiro, o canto dos hinos da Harpa Cristã por toda a congregação marcaram o início do culto. Em seguida, o Coral Filadélfia, o Coro e Orquestra Doce Harmonia, parte da União de Adolescentes Resplandecer (Unidar) e do Coro Jovem, juntos, e o Quarteto Gênesis receberam oportunidade para saudar ao Pastor Presidente e engrandecerem ao Senhor com suas canções. A leitura da Palavra de Deus foi feita pelo Pastor José Wellington Bezerra da Costa, presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB); presidente da Assembleia de Deus do Belém, em São Paulo, e membro do Comitê Mundial das Assembleias de Deus. Ele esteve acompanhado de sua esposa, Ir Wanda Freire da Costa. Depois, o Pr. Luiz Mário, primeiro secretário da IEADPE, realizou a apresentação de diversos pastores presidentes, vice-presidentes ou representantes destes, de vários estados do país e de outros países, entre eles: o Pr. José Carlos de Lima, presidente da União de Ministros do Nordeste (Umadene) e também da AD na Paraíba; o Pr. Juan Carlos Escobar, presidente da AD na Espanha, o Pr. José Wellington Junior, vice-presidente da AD em São Paulo e outros. Também estiveram presentes várias autoridades políticas do Estado, como o prefeito da cidade do Recife, Geraldo Júlio e o governador de Pernambuco, Paulo Câmara.Vários pastores visitantes utilizaram alguns minutos para saudar a Igreja em Pernambuco e parabenizar ao Pastor Presidente, Ailton José Alves. O Pr. Samuel Oliveira, vice-presidente da CONADEPE falou em nome de todos os ministros, obreiros, missionários da IEADPE e toda a Igreja no Estado. O Pr. José Wellington também trouxe sua palavra ao Pastor Ailton e realizou uma oração por ele, com toda a Igreja.
A Ir Judite Alves, agradeceu ao Senhor pela vida do seu esposo. Ela relembrou o início do namoro e os anos de vida conjugal ao lado ao Pastor Ailton. Encerrando o Culto em Ações de Graças, o Pastor Presidente agradeceu ao Senhor pela vida e chamada ministerial. Ele relembrou os anos iniciais de sua carreira ministerial e a promessa de que seria líder desta Igreja.