Prudência e compromisso: características que o jovem cristão deve ter

 

Primeiro dia do mês de julho, sábado, manhã chuvosa. No Templo Central da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Pernambuco (IEADPE), começava o terceiro dia do 36° Congresso de Jovens. Logo cedo, caravanas de várias regiões do Estado como: Ipojuca, São José da Coroa Grande, Tamandaré, Tejucupapo, Usina Santo André, Gameleira, Petrolina, Sirinhaén, Jaboatão, Abreu e Lima e das áreas 14, 17, 19, 22, 23, 24, 25,33,34,35,36,37,40,41,50,59,13, e 28 chegaram para adorar a Deus.

Nesta manhã, os louvores ficaram por conta de todos os grupos de jovens que chegaram ao templo. A ministração da Palavra de Deus foi feita pela ir. Cristiane Alves, esposa do Pr. Ailton Júnior, Vice-presidente da IEADPE. Ela falou de algumas características de Davi, um jovem que foi comprometido com Deus.

Ela falou sobre a importância de termos comprometimento com Deus, e deixou questionamentos de como estamos nos comportando diante do nosso Pai. “Deus quer ver que tipo de coração é o nosso. Será que é como o de Davi?”, perguntou.

Durante a pregação, ir. Cristiane citou exemplo de pessoas que deixam a comunhão com Deus ser abalada por motivos insignificantes. Seja por fofoca, pessoas que levantam falso, inveja. “Deus é o seu juiz”, afirmou.

Ela falou também que em toda a sua vida, Davi trabalhou para Deus, se esforçou, e quando ele mais precisou o Senhor esteve ao seu lado. Fez uma comparação também com os três jovens na fornalha de fogo. “Deus tem o poder de nos livrar, mas se Ele permitir que a gente entre na fornalha, Ele entrará conosco”.

A ir. Cristiane também falou sobre aquelas pessoas que se entristecem por não terem determinadas qualidades, não possuírem característica de outras pessoas. “Não queira usar as ferramentas de outras pessoas.
Seja você mesmo. Não se sinta menor por não possuir a característica de outra pessoa. Use o que você tem”.

Ela citou a prudência de Davi como exemplo para nós. “Davi procurava saber qual era a vontade do Senhor”. E finalizou: “Que nós possamos ter o coração de Davi, disposto a fazer a vontade de Deus”.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *