Congresso de Mulheres, Eventos, igreja, Mulher, Templo Central

Mulheres aprendendo a buscar o poder de Deus e a santificação

Tags:

 

Durante o intervalo entre os estudos da manhã e da tarde do 16° Congresso de Mulheres da IEADPE, as irmãs continuaram louvando e orando. O Espírito Santo de Deus batizou 8 pessoas, alegrando o coração de todos os que estavam presentes.

O primeiro estudo da tarde foi ministrado pelo Pr. Ailton Júnior, ele falou sobre o tema: Maria, uma mulher que prefere o poder de Deus e não o empoderamento do nosso Tempo.

O pastor explicou o que é o empoderamento e o que se pretende com ele. “Empoderamento significa investir ou assumir poder a fim de promover ações que possam provocar mudança em um grupo social”. Ele falou também sobre a ideologia de gênero e afirmou que Deus criou macho e fêmea.

Ele alertou também sobre as influencias negativas que o feminismo e essa ideologia do empoderamento trazem para as mulheres, como por exemplo, a visão negativa da maternidade. “Para algumas mulheres, ao invés de ser benção se torna maldição”, disse.

Ele ainda mostrou como seguir essa ideologia é perigoso. A ponto de as mulheres acabarem casamentos, e não cuidarem dos filhos e do lar. “Lute pelo que é seu. O marido é seu, a casa é sua, os filhos são seus, e Deus te deu o poder de restaurar o seu lar”.

O segundo estudo da tarde foi ministrado pelo Pr. Hélio Ribeiro. O tema abordado por ele foi: Maria, um modelo de santidade para a mulher cristã. “Uma pessoa santa é separada do pecado, uma pessoa santa é dedicada a Deus”, afirmou.

Pr. Hélio falou de fatores que impedem que uma mulher cristã seja santa: Uma vida espiritual sem compromisso, envolvimento com as coisas mundanas, a falta de uma mente renovada, uma vida de carnalidade, uma língua descontrolada.

“Deus procura vasos limpos para que por meio dos tais seja glorificado”, “Deus exige que sejamos santos, e nós precisamos ser santos”, disse.

Mostrou também a importância da oração, do jejum e da leitura da Bíblia.  “Qual é a distancia que estamos de Deus? A oração nos aproxima”. “Eu não devo ler a Bíblia para saber quantos erros ela tem. Eu tenho que ler a Bíblia para ver os meus erros, saber o que preciso melhorar”, afirmou.

Ele falou também que Deus usa o deserto para trazer santificação para nossa vida. “As vezes Deus nos coloca em uma determinada situação com o objetivo de nos santificar”, explicou.