“Permaneçamos fieis irmãos porque vós sois o sal da terra”

Esta é a antepenúltima noite de culto da 60º edição da EBO. Assim como nos demais dias os irmãos começaram a chagar logo cedo, antes das 17h. Durante o culto o Coro e Orquestra Doce Hamonia e os Corais Filafelfia e Jovem receberam a oportunidade para louvar, assim como alguns cantores, dentre eles o Irmão Josafá, Ivonaldo Albuquerque e a irmã Joquebede.

Dentre os hinos cantados havia um coro em comum, aquele que exaltava ao Senhor Jesus, a começar pelos hinos da Harpa Cristã, como o 125 que diz:”Gloria, glória, gozo sem fim trará”, continuado pelos outros como os hinos “Rei e Santo”, “Um dia” e o “Ao estrugir da Trombeta”.

Já a palavra foi ministrada pelo Pr. Douglas Batista, líder da AD no Distrito Federal. A leitura foi feita no livro de Mateus, o versículo chave dizia: “Vocês são o sal da terra. Mas se o sal perder o seu sabor, como restaurá-lo? Não servirá para nada, exceto para ser jogado fora e pisado pelos homens”. No decorrer da Palavra ele destacou que o cristão precisa ser separado, santo e que nenhuma condenação há para aqueles que estão em Jesus.

Tanto a vida santa de Jesus como a de outros personagens bíblicos foram citados, tais como João Batista, a obra de Deus na vida de seus filhos foi um destaque importante na palavra, mas a ênfase estava no dever cristão, por isso tanto no início quanto no fim a palavra esteve ligada a sermos sal: , e com essa frase foi finalizada a Mensagem.

 

No sétimo dia da EBO, diáconos do interior são separados para servir a igreja

Chegou o domingo, o sétimo dia da 60º edição da Escola Bíblica de Obreiros (EBO). Algumas das oportunidades de louvor foram concedidas ao irmão Théo Santos, a União de Adolescentes Resplandecer (UNIDAR), o coral de Cavaleiro e o Pastor Marcelo Santos da AD no Rio de Janeiro.

Já a Palavra, foi ministrada pelo Pastor José Lopes (EUA), ele leu com a igreja em Levítico cap. 25 vrs 29 e 30, e também no capítulo 4 do livro de Lucas, na passagem sobre a experiência de Jesus na Sinagoga ao ler o livro do Profeta Isaías. A igreja continuou com a chama acesa após a palavra avivada.

Foi possível encontrar vários irmãos que haviam cultuado ontem, 21, no culto de abertura do Centenário, e o mesmo Espírito de daquele dia ardia neste domingo. Logo após a palavra evangelística, o pastor Marcelo Santos louvou com a igreja o hino que diz: “Quando ele estendeu a sua mão para mim, eu era pobre, perdido, sem Deus e sem Jesus”. Logo após foi feito o convite àqueles que desejassem aceitar a Jesus e no mesmo instante a primeira alma recebeu a Jesus como o único Senhor e Salvador.

Após o termino da oração também foram apresentados aos diaconato  obreiros das cidades do interior, dentre elas: Afogados da Ingazeira, Águas Belas, Aliança, Araiçoiaba, Arco Verde, Barra da Gabiraba, Belo Jardim, Bonança, Camutanga, Carnaíba, Carnaiba, Carpina, Chá Grande, Cortez, Cupira, Gravatá, Inajá, Lagoa de Itaenga, Lagoa dos Gatos, Lajedo, Limoeiro, Ouricuri, Passira, Pesqueira, Petrolândia, Petrolina, Pombos, Quipapá, Quixaba, Ribeirão, Salgueiro, Santa Filomena, Santa Maria de Cambucá, São José do Egito, São Vicente Ferrem, Serra Talhada, Surubim, Tejucupapo, Teresinha, Toritama,  Tracunhaem, Upatininga, Usina Santo André, Vertentes.

Ao todo foram 315 apresentados e 4 reconhecidos, a Palavra dirigida aos novos diáconos, foi ministrada pelo pastor Samuel Oliveira.

Esposas de Obreiros se reúnem hoje na UEMADEPE

Na manhã de hoje (20), quinto dia desta Escola Bíblica de Obreiros, foi dado prosseguimento aos estudos com os obreiros e ministros. O culto começou, como de costume, com um devocional até as 8h30 em que os irmãos tiveram a oportunidade de passar um momento de oração antes das plenárias.

A primeira plenária foi ministrada pelo Pr. José Geraldo Lopes (Vice-presidente da CONFRADEB – USA), que ministrou sobre as oito principais doutrinas escatológicas contidas na Bíblia. Logo após ele, o Pr. Wagner Gaby (AD Curitiba) deu continuidade ao estudo sobre a Doutrina da Salvação. Encerrando os estudos desta manhã o Pr. Joel Freire (Presidente da CONFRADEB – USA) ministrou a plenária sobre a Doutrina de Deus nas Escrituras.

UEMADEPE

Como acontece anualmente, as esposas de ministros e presbíteros se reuniram hoje na 28ª edição da UEMADEPE (União das Esposas de Ministros da Assembleia de Deus em Pernambuco).

Logo cedo, o Pr. Presidente, Ailton José Alves, deu abertura ao culto que reúne as irmãs. E uma palavra que encheu os corações delas de alegria do Espírito Santo foi ministrada também pelo Pr. Joel Freire. “O diabo tenta desvalorizar a mulher porque Deus a tem por preciosa”, disse o Pastor.

A irmã Judite Alves, esposa do Pastor Presidente da IEADPE, e coordenadora dos Círculos de Oração desta igreja, ministrou uma palavra para as irmãs. “O nosso lar será o lugar da benção”, afirmou. A irmã Edna Veiga, esposa do Pr. Prado Veiga (AD São Paulo), também foi preletora no culto das UEMADEPE.

Foi uma manhã marcante para as esposas de obreiros presentes, que saíram avivadas e renovadas daquele culto. Durante a tarde os estudos continuam.

Noite missionária dos 60 anos da EBO

Na noite de hoje (19) foi celebrado aqui no Templo Central da IEADPE o Culto de Missões. Um processional marcou o início do culto, tocando muitos irmãos presentes e mantendo viva a chama missionária desta igreja.

Muitos missionários entraram neste processional, e os fatos narrados pelo Pr. Presidente Ailton José Alves, primeiro missionário enviado por esta igreja, foi emocionante. “A chama missionária foi acessa primeiramente no coração do pastor José Leôncio”. Ele também falou sobre o crescimento da igreja em países como a Argentina e a África, onde a Obra do Senhor tem crescido.

Após os louvores, a mensagem da Palavra de Deus foi ministrada pelo Pastor Presidente da Assembleia de Deus no Ceará, Pr. Antônio José.

Baseado no texto Bíblico lido em Isaías 28.23-29, o pastor conjecturou a vida do crente como uma terra arada pelo agricultor. Onde, no caso da vida espiritual, Deus seria o agricultor, e nós, os cristãos, a terra com quem Ele trata para plantar o que for melhor para brotar.

 

Mas para ficar pronta, a terra passa por alguns processos, assim como o cristão. “Tem crente que Jesus tem que dar uma sacudida. Não sei se você está precisando de uma sacudida, mas se tiver receba com amor”, disse enfatizando que o mestre age assim, pois precisamos ser tratados por Ele para frutificar na sua obra.

O Pr. Antônio José encerrou a Palavra com uma oração fervorosa clamando a Deus que nos ajudasse a sermos submissos a vontade dEle.

Amanhã (20), a Escola Bíblica de Obreiros (EBO) chega ao seu quinto dia. Os obreiros continuam incansáveis buscando pela presença do Senhor.  Traga a sua família e venha cultuar conosco também.

Se não puder estar no Templo, a Rede Brasil transmite ao vivo os cultos do turno da noite pelo Facebook e Youtube.

Quinta-feira: o aprendizado continua

O culto vespertino desta quinta-feira (19) teve início pontualmente às 14h. Hinos da Harpa Cristã tais como o 126: “É feliz quem segue fielmente os caminhos santos do Senhor” e o de número 193 que diz:”Se tu minha alma a Deus suplicas e não recebes, confiando fica”, foram entoados.

A primeira plenária da tarde foi ministrada pelo Pastor Presidente em Jundiaí – SP, Esequias Soares, dando continuidade a explanação da Declaração de Fé das Assembleias de Deus. O destaque de hoje foi para o “Início do ‘Cremos'”. Após o estudo o irmão Francisco de Petrolina recebeu a oportunidade para louvar. O hino escolhido foi “Coisa Linda”, conhecido pela igreja a letra enfatiza como é lindo o crente que anda com Jesus no coração.

Já a segunda palestra foi sobre Eclesiologia e a ministração feita pelo pastor setorial em São Paulo, Prado Veiga, explanou sobre a definição e fundação da Igreja e a fundação da Igreja universal sobre a Rocha que é Cristo. Abordando também temas como a igreja local e as Cartas  às sete igrejas registradas em Apocalipse.

O último estudo ficou sob a responsabilidade do pastor Daniel Nunes da Silva, Pastor Presidente da Convenção de Ministros da Igreja Evangélica Assembleia de Deus na Paraíba. Com o tema Antropologia Bíblica, os obreiros aprenderam sobre a Doutrina do Homem nas Escrituras. Explicando sobre a Origem do Homem e a Imagem e Semelhança de Deus.

 

 

 

“O seu arco, porém, susteve-se no forte, e os braços de suas mãos foram fortalecidos”

A terceira noite desta 60º edição da Escola Bíblica caiu na quarta-feira (18), um dia especial, que há anos é esperado por muitos membros. O motivo é simples, durante as últimas quartas-feiras das EBOs é realizado um culto em agradecimento a Deus, pelo aniversário vitalício e de pastorado do Pastor Presidente Ailton José Alves.

Na noite de hoje pastores representando vários estados brasileiros estiveram presentes. Registrando a admiração e carinho que sentem pelo Pastor Presidente. Tais como o Pastor Presidente das Assembleias de Deus na Espanha, Juan Carlos entre outros pastores preletores representantes de igrejas em outros estados e países.

Pastor da Assembleia de Deus em Curitiba Wagner Gaby leu em Isaias 33:6: “E haverá estabilidade nos teus tempos, abundância de salvação, sabedoria e conhecimento; e o temor do Senhor será o seu tesouro. Enquanto que o pastor Samuel de Oliveira deixou para a meditação da igreja: “E vos darei pastores segundo o meu coração, que vos apascentem com ciência e com inteligência” (Jeremias 3:15) e para o Pastor:pelas mãos do Valente de Jacó”. (Genesis 49:24).

Os órgãos de louvor do Templo Central participaram e cantaram hinos como  o “Não temas” do Grupo Logos. Alguns representantes políticos também estiveram presente.

Já no final o Pastor agradeceu a Deus pela vida da irmã Judite, a elogiando pela dedicação e esforço: “As vezes estou dormindo e vejo ela de joelhos intercedendo por mim”. E explicou que o pediu a Deus uma esposa que o ajudasse e compreendesse o chamado dele e achou nela essas características e também o mesmo chamado de Deus.  Por isso declarou: “Deus abençoe minha esposa, um presente de Deus. E continuou os agradecimentos a família, obreiros e igreja.

Doutrina, Cristologia e Declaração de Fé

Os estudos ministrados durante as EBOs no período diurno são destinados a ministros e obreiros. Por isso, dando continuidade aos estudos desta terça-feira (17), segundo dia da 60º Escola Bíblica de Obreiros,  o pastor Jefferson Aleluia dirigiu o culto introdutório que começou aproximadamente às 13h30, enquanto o pastor João Marcos Fernandes, o missionário Gilberto Diniz e pastor Jaime Alexandre louvaram.

O culto oficial começou às 14h, tendo sido dirigido pelo pastor Samuel Oliveira. O pastor Simas Dias fez a oração e logo em seguida foi iniciado o primeiro estudo vespertino, ministrado pelo Pr. Martim Alves da Silva, pastor presidente da Convenção de Ministros das Assembleias de Deus do Rio Grande do Norte (CEMADERN), Com o tema: “A NATUREZA E O VALOR DA DOUTRINA PARA A IGREJA”.

O Pr. Juan Carlos, ministrou a segunda plenária desta terça-feira, dando continuidade ao tema: “DOUTRINA DA CRISTO NAS ESCRITURAS”. O enfoque deste estudo foi A Encarnação de Cristo, um dos subtítulos da Cristologia.

“Nosso foco é Jesus, nós não somos o protagonista da pregação, nós apenas transmitimos, pela graça dele e o objetivo é que as pessoas possam conhecer a Jesus”, enfatizou o pastor Juan Carlos.

O Pr. Esequias Soares, Pastor Presidente da Assembleia de Deus em Jundiaí encerrou os estudos da tarde. Ele ficou responsável por explanar sobre a Declaração de Fé, enfatizando a importância de conhecermos o nosso credo e confissão de fé. Dando o destaque ao livro Declaração de Fé das Assembleias de Deus, publicado recentemente pela Casa Publicadora da Assembleia de Deus (CPAD), disponível na Bereia Bookstore.

Jovens compromissados com a pureza

Compromisso. Esta tem sido a palavra-base escolhida para este 36º Congresso de Jovens, buscando com que os jovens reafirmem o seu pacto com Cristo.

Nesta noite (1º), assim como aconteceu nos dois dias anteriores, os louvores foram usados para adorar ao Senhor e preparar o coração da Igreja para receber a Palavra de Deus. Louvaram cantores como as irmãs Eula Cristina e Joquebede Rodrigues, o Coro Jovem do TC, o Coral de Jovens vindo da IEADPE em Petrolina, bem como o Grande Coral de Jovens da IEADPE, formado por centenas de jovens do Recife e Região Metropolitana.

Mas, foi na Ministração da Palavra de Deus que o Senhor falou fortemente ao coração dos jovens presentes neste congresso.

O preletor da noite foi o Pr. vice presidente da IEADPE, Ailton Júnior, que pregou embasado nos textos bíblicos de Gênesis 39.9 e 2 Coríntios 7.1. O tema da ministração foi: ‘Comprometidos com a pureza como José’, que usou a vida de José como exemplo de fidelidade a Deus através de seus compromissos estabelecidos na terra, com seu pai e seu patrão, por exemplo.

“O cumprimento de todas as promessas de Deus na nossa vida exigem pureza. Passam necessariamente pela pureza. Se você tem promessa purifique a sua vida”, disse o pastor.

Ainda durante a ministração, o pastor falou sobre como o jovem pode manter puro o seu coração. “José tinha tudo pra ser frustrado. Mas porque não ficou frustrado e louco? Deus estava com José. Você está aqui por que Deus está com você. Só consegue ter um compromisso com Deus quando ama a Deus acima de todas as coisas”, afirmou.

Ao final da Palavra, os jovens receberam um renovo da parte do Senhor, enquanto louvaram o hino oficial e uma vida se rendeu aos pés de Jesus. “O meu compromisso é de ser fiel, meu maior desejo é chegar lá no céu, por isso, o pecado aqui vou vencer e em santidade vou permanecer”, entoaram.

Amanhã, como de costume, acontece a Manhã Missionária a partir das 9h, e o Congresso segue para seu encerramento à noite a partir de 17h.

Prudência e compromisso: características que o jovem cristão deve ter

 

Primeiro dia do mês de julho, sábado, manhã chuvosa. No Templo Central da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Pernambuco (IEADPE), começava o terceiro dia do 36° Congresso de Jovens. Logo cedo, caravanas de várias regiões do Estado como: Ipojuca, São José da Coroa Grande, Tamandaré, Tejucupapo, Usina Santo André, Gameleira, Petrolina, Sirinhaén, Jaboatão, Abreu e Lima e das áreas 14, 17, 19, 22, 23, 24, 25,33,34,35,36,37,40,41,50,59,13, e 28 chegaram para adorar a Deus.

Nesta manhã, os louvores ficaram por conta de todos os grupos de jovens que chegaram ao templo. A ministração da Palavra de Deus foi feita pela ir. Cristiane Alves, esposa do Pr. Ailton Júnior, Vice-presidente da IEADPE. Ela falou de algumas características de Davi, um jovem que foi comprometido com Deus.

Ela falou sobre a importância de termos comprometimento com Deus, e deixou questionamentos de como estamos nos comportando diante do nosso Pai. “Deus quer ver que tipo de coração é o nosso. Será que é como o de Davi?”, perguntou.

Durante a pregação, ir. Cristiane citou exemplo de pessoas que deixam a comunhão com Deus ser abalada por motivos insignificantes. Seja por fofoca, pessoas que levantam falso, inveja. “Deus é o seu juiz”, afirmou.

Ela falou também que em toda a sua vida, Davi trabalhou para Deus, se esforçou, e quando ele mais precisou o Senhor esteve ao seu lado. Fez uma comparação também com os três jovens na fornalha de fogo. “Deus tem o poder de nos livrar, mas se Ele permitir que a gente entre na fornalha, Ele entrará conosco”.

A ir. Cristiane também falou sobre aquelas pessoas que se entristecem por não terem determinadas qualidades, não possuírem característica de outras pessoas. “Não queira usar as ferramentas de outras pessoas.
Seja você mesmo. Não se sinta menor por não possuir a característica de outra pessoa. Use o que você tem”.

Ela citou a prudência de Davi como exemplo para nós. “Davi procurava saber qual era a vontade do Senhor”. E finalizou: “Que nós possamos ter o coração de Davi, disposto a fazer a vontade de Deus”.

 

 

A lâmpada não pode se apagar

O culto deste segundo dia foi marcado pelos louvores e adoração a Deus. Antes mesmo do templo ser aberto vários jovens cantavam hinos enquanto esperavam. No início do culto a equipe de louvor cantou os hinos congregacionais.

 

O coral de Preletores, o Grande Coral e o Coral Jovem do Templo Central foram os órgãos que formaram nestes dois dias. Entoando hinos de louvor como”Quem pode separar-me do amor de Deus? Nem dor, ou tristeza, fome e pobreza”  e o hino Emanuel: ” Verbo vivo que a morte venceu, para sempre adorado é o Filho de Deus. Conosco Estás, em nós vem agir, Amado Messias, Te sinto aqui”.

A cantora Miriam Mical também recebeu oportunidade para louvar ao Senhor. E logo após, o jovem Guilherme Fideles, que entoou o hino Pai eu Confiarei. Durante esses momentos a igreja pôde sentir a presença do Espírito Santo, que já estava preparando cada ouvinte para a Palavra.

 

A Leitura oficial foi lida pelo Evangelista Fábio Benício, no texto base desta 36º edição do Congresso de Jovens que se encontra no capítulo 3 do livro de Daniel. Lembrando que o tema do congresso é: Jovens Comprometidos com Deus.

A Palavra foi ministrada pelo Ev. Walber Gustavo, que ensinou sobre a vida de Samuel, começando com a leitura em 1 Samuel, capítulo dois.  Ele explicou sobre a obra e propósito de Deus em um nascimento como o do primeiro filho de Ana. “Samuel veio ao mundo não somente porque Ana quis, mas porque Deus quis. Cada jovem que está aqui nasceu porque Deus quis e Ele tem um propósito em cada vida”, frisou.

 

Além disso, a igreja recebeu a explicação do contexto histórico em que vivia aquele jovem: “Samuel ministrava em uma geração cheia de apetites e limites descontrolados, ele vivia na geração de Ofini e Finéias, jovens escandalosos”, além disso ele destacou que não devemos ser pedra de tropeço, como os dois filhos de Eli foram, induzindo os israelitas a terem o mesmo comportamento pecaminoso que eles tinham.

 

Outro ponto destacado durante a Palavra foi o princípio espiritual estabelecido no quarto mandamento: “Honra teu pai e tua mãe”, o evangelista explicou que esse mandamento era tão sério que os filhos que agredissem seus pais, na época do Antigo Testamento, eram punidos com a morte. Eles não podiam desonrar seus pais, mas Ofini e Finéias desonraram a Eli, e Deus pesou isso na balança, ratificou o obreiro, além de destacar que “Um filho que se levanta contra os pais jamais prosperará”, explicou.

Mas já próximo a conclusão ele falou do papel de Samuel e do nosso como  cristãos: “‘Antes que a Lâmpada se apagasse Deus chamou Samuel. Nós somos uma lâmpada de Deus e elas devem arder continuamente. Samuel ministrava e servia continuamente ao Senhor, ele fez disso a razão da sua vida. Ele era uma lâmpada de Deus para a sua geração”, com fervor ensinou o pregador.

“O Senhor está enchendo a lamparina de vocês, e para ser cheio do Espírito Santo é preciso ser cheio de Deus, receba o azeite que está sendo derramado aqui esta noite”. Com essa mensagem ele também introduziu uma experiência pessoal, do chamado de Deus para servir. E ao finalizar o seu testemunho, ele aplicou na vida de alguns dos presentes: “O Senhor está dizendo aqui que vai chegar o dia de chamar alguns jovens aqui para se dedicarem em tempo integral ao Senhor. Enquanto isso estude, faça faculdade, mestrado, doutorado, mas não se apegue muito, pois vai chegar o dia que vocês terá que deixar tudo isso para trás e assim como Samuel dizer’ Eis-me aqui, o servo do Senhor'”. E finalizou alertando: ” Não apague o pavio que fumega, receba fogo do alto”, concluiu.