Aprendendo a assumir responsabilidades

Um dos maiores desafios da vida é sair da fase infantil e ingressar no mundo das responsabilidades maiores e inadiáveis. Claro, desde pequenos somos cobrados a ter compromissos, nos exigem pequenas tarefas, como escovação, tarefas escolares, horários de dormir, acordar, entre outras. Mas, há um diferencial. É que, quando crianças, quando não conseguimos realizar nossos afazeres, outros fazem por nós e nos dão crédito e tolerância por nossa pouca idade. Tudo isto muda de configuração quando entramos na fase da juventude. Esse é o período que começamos a caminhar com nossas próprias pernas.

Evidentemente, sempre teremos pessoas maduras que nos ajudarão em nossas escolhas; entretanto, as decisões que serão determinantes para o futuro de um jovem, estão sob sua responsabilidade. Estas escolhas envolvem a definição de uma vida acadêmica e profissional, a escolha da pessoa que será seu companheiro por toda a vida, o equilíbrio entre a vida social e a Igreja, enfim, uma série de eleições que são extremamente importantes e inadiáveis. Descobre-se, também, neste período da vida, que os contos de fada são irreais, que a realidade é bem diferente de nossos sonhos infantis, e estas descobertas ás vezes assustam os jovens. Não se pode deletar as consequências de uma escolha equivocada, por isto, é tão importante ser criterioso e responsável na definição e seleção de coisas determinantes para o futuro.

Em todas as decisões que tomar, o jovem cristão deve ser regido por alguns princípios éticos e cristãos. Deus está de acordo com minhas preferências? Afronto os valores herdados de minha família? Estou em sintonia com os princípios de minha Igreja? Minha decisão é sólida ou apenas satisfaz meus desejos? São indagações que o jovem deve fazer antes de dar passos em direção ao seu amanhã.

Responsabilidades exigem disciplina e determinação, nos impõe horários, regras, porém, são elementos inseparáveis do sucesso, da conquista da estabilidade financeira, emocional, afetiva e, principalmente, espiritual. Não se chegará a lugar algum na vida se uma pessoa não assume responsabilidades. Nada é fruto do acaso ou se adquire fortuitamente ou sem esforços.

Assim, caro jovem, encare a vida de frente, assuma seus compromissos com seriedade, e saiba que Deus é o principal interessado em tua prosperidade, Ele é o teu maior incentivador, e te ajudará na tarefa de viver com responsabilidade e compromisso. Tuas decisões serão respaldadas por Ele; se forem fundamentadas nos conselhos da Palavra de Deus.

“Alegra-te, jovem, na tua mocidade, e recreie-se o teu coração nos dias da tua mocidade, e anda pelos caminhos do teu coração, e pela vista dos teus olhos; sabe, porém, que por todas estas coisas te trará Deus a juízo. Afasta, pois, a ira do teu coração, e remove da tua carne o mal, porque a adolescência e a juventude são vaidade” (Ec 11.9,10).

Josiel Soares

_______________________

* Publicado originalmente no Adnews 10 (Outubro/2012)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *