Escola Bíblica de Obreiros, Eventos, IEADPE

A superação e a constância do Obreiro é tema da primeira plenária da 63ª EBO

Tags:

A manhã do primeiro dia de plenárias da 63ª Escola Bíblica de Obreiros (EBO), que este ano traz o tema: “Procura apresentar-te a Deus aprovado”, contou com a participação de dezenas de ministros da IEADPE, advindos de várias cidades do Estado com anseio de adquirir os ensinamentos e fundamentos da Palavra de Deus.

Após um momento devocional, o Pr. Juan Carlos Escobar, presidente da IEAD na Espanha, externou a alegria que sente ao estar em solo pernambucano, especialmente em mais uma edição da EBO. Falou e pediu oração pelos trabalhos evangelísticos e sociais realizados tanto na Espanha quando na Índia, com a sua Esposa, a irmã Fiona Escobar, entre outros projetos humanitários. Em seguida, iniciou a primeira parte do estudo com a temática: “A superação e a constância do Obreiro”.

O Pr. Juan Carlos abriu o estudo instruindo aos obreiros mais novos sobre a importância da constância. E que a constância é algo fundamental na vida ministerial para obter êxito em todas as áreas. Segundo o pastor Juan, o obreiro nunca deve se acomodar; tem que quebrar recordes, transpor barreiras e seguir vencendo. “O senhor quer que você seja um homem constante. Que nunca baixe os braços, que nunca desista e não se acomode”, externou.

Para basear o estudo, Pr. Escobar citou a passagem em Josué 14, que narra as repartições das tribos de Israel. Quando Calebe, pediu a Josué, o monte Hebrom, antes Quiriate-Arba, que o Senhor o prometeu quando retornou de espiar a terra. E que nesta manhã, os ministros compreendessem como a liderança e a constância de Calebe fez a diferença.

“O que o vimos em Calebe é que ele tinha uma visão, e que não descansou até conquistar sua herança que era uma terra cheia de gigantes. Ele não deu trégua até conquistar o monte. “Quando Deus te mandar fazer algo, faça! Nunca deixe para amanhã o que Deus te pediu para fazer hoje, não descanse. O que o Monte representava para Calebe era a conquista. E para você, obreiro, o que este monte representa? Ele representa que você deve dá um passo mais à frente, que deves continuar caminhando, conquistando… E que o teu monte é a tua oportunidade para um novo nível”, disse.

A segunda plenária foi ministrada pelo pastor José Orisvaldo Nunes, presidente da IEAD em Alagoas. “Três coisas são essenciais na vida do obreiro: O amor de Deus, a graça de Jesus e a comunhão com o Espírito Santo”, foi assim que o pastor Orisvaldo deu início a explanação do estudo, intitulado: “Nutrindo uma comunhão verdadeira com o Espírito Santo”.

O foco de sua ministração, foi sobre a comunhão do obreiro com o Espírito Santo. O pastor Orisvaldo enfatizou que a presença do Espírito Santo na vida do crente é indispensável. E que o ministro deve ter Sua companhia, pois, a essência é Ele falando aos seus ouvidos. “Se o Espírito Santo não nos ajudar, nos orientar, daremos um passo errado. Tem que ter esta companhia para pedir orientação a Deus, para poder transmitir uma palavra de ânimo; de conforto, para levantar, erguer, dá ânimo. Quando estamos cheios do Espírito Santo os demônios correm”, afirmou.