Congresso chega ao fim com adolescentes preparados para o arrebatamento

Fotos: IEADPE
Fotos: IEADPE
O culto de louvor e adoração a Deus, por ocasião do encerramento do 16º Congresso de Adolescentes, trouxe uma grande quantidade de pessoas ao Templo Central da Assembleia de Deus em Pernambuco (IEADPE). Depois de uma poderosa manhã missionária, onde a Palavra de Deus foi ministrada com ousadia, trazendo despertamento para os participantes.
À tarde, logo às15h, centenas de adolescentes já aguardavam no hall do templo. Às 16h, teve inicio o culto introdutório, enquanto não paravam de chegar pessoas à Av. Cruz Cabugá, nº 29, vindos de todas as regiões do Grande Recife, dos Setores e de algumas cidades do Interior do Estado.
Além do Grande Coral e Orquestra, com 1.100 vozes e músicos, a União de Adolescentes Resplandecer (Unidar), do Templo Central, e o Quarteto Gênesis, estiveram louvando ao Senhor. Antes, as cantoras Amanda Wanessa e Mayra Carvalho cantaram.
A ministração da Palavra de Deus foi feita pelo Ev. Lourival Oliveira, que leu o texto do Evangelho escrito por Mateus, capítulo 25, versículos 01 a 13, e o usou como base para a preleção. Ele iniciou a mensagem relatando a ordem dos acontecimentos em uma tradicional cerimônia de um casamento judeu, de onde passou a mostrar as semelhanças com o aguardado encontro de Cristo com a Igreja – o arrebatamento e, em sequência, as bodas do cordeiro.
O ministro aplicou a mensagem da parábola dita por Jesus, falando sobre a prudência. Ele afirmou que apesar de aparentemente não haver diferença entre as virgens prudentes e as demais, as atitudes que os dois grupos tomaram durante aquela noite revelaram a disparidade entre eles. “As prudentes tinham as duas mãos ocupadas, elas seguravam a lamparina e uma vasilha com azeite”, relatou. O evangelista disse ainda que isso deveria servir para despertar as cinco virgens que não tinham azeite de reserva: “quem tem azeite denuncia quem não tem […] elas deveriam olhar as virgens prudentes com as mãos ocupadas e correr para comprar azeite enquanto estava cedo”, acrescentou. Essa comparação serviu para que o pregador exclamasse que a lamparina, em si mesma, nada é sem o azeite. “A lamparina pode ser de ouro, mas sem azeite não serve”.
Depois, o sono – devido à demora do esposo – foi apresentado como outra evidência da diferença entre os grupos. Enquanto, segundo o evangelista, as prudentes dormiram em sinal de confiança e descanso, por terem reserva de azeite, as loucas não podiam dormir por estarem desprevenidas. A mensagem de alerta veio em seguida: “se você não tem azeite, aqui tem azeite para vender […] não adianta servir a Ele só com lamparina […] sem azeite não adianta”, exclamou, ao explicar que quando chegar à meia-noite não há mais condições de comprar azeite.
Encerrando a ministração, o evangelista falou profeticamente aos adolescentes, enquanto os incentivava a buscarem ao Senhor irrestritamente e orava pelo batismo no Espírito Santo. Enquanto os adolescentes cantavam “Santidade”, 23 pessoas decidiram aceitar a Jesus como Salvador de suas vidas, e várias outras foram batizadas no Espírito Santo.
O Pastor Presidente, Ailton José Alves, agradeceu a Deus por tudo o que foi dispensado nesta edição do Congresso de Adolescentes; aos coordenadores do Departamento de Adolescentes, Pr. Sergio Correia e a Ir Josivanny; a todas as equipes envolvidas na organização do evento; aos adolescentes do Grande Coral e a todos os que participaram dos estudos e cultos de louvor a Deus.

Os princípios que regem os pregadores da última hora

O último dia do 16º Congresso de Adolescentes começou. Durante a manhã muitos se reuniram logo cedo para participar da Manhã Missionária. Um dos primeiros hinos traduziu bem o sentimento da mocidade: “Nossa esperança é sua vinda, o Rei dos reis vem nos buscar. Nós aguardamos Jesus ainda, até a luz da manhã raiar”.

Após a leitura oficial, realizada pelo pastor Severino Junior, no capítulo 10 da carta escrita aos Hebreus, todos entoaram “Vim para adorar-Te, vim para prostrar-me, vim para dizer que és meu Deus. És totalmente amável, totalmente digno, tão maravilhoso para mim. Eu nunca saberei o preço dos meus pecados lá na cruz”. O pastor Ailton Junior esteve na direção do culto.
Um grupo de adolescentes, integrantes do Grande Coral, declamou um jogral sobre a volta de Cristo, em concordância com o tema do congresso: “O que há de vir virá e não tardará”. O jogral terminou com todo o coral louvando o hino “Guarda o que tens”.

O evangelista Elmir Ribeiro introduziu a mensagem lendo dois trechos bíblicos, I Coríntios 10.11 – “Ora, tudo isto lhes sobreveio como figuras, e estão escritas para aviso nosso, para quem já são chegados os fins dos séculos, e I Pedro 4.7 – “E já está próximo o fim de todas as coisas; portanto sede sóbrios e vigiai em oração. A mensagem teve por tema: “Os princípios que regem os pregadores da última hora”.

O pregador destacou três princípios: Autorização; Imparcialidade Divina; Urgência Espiritual. A igreja foi tremendamente quebrantada pelo Espírito do Senhor. “‘Faça o que pode, planeje o que não pode, porque a obra não vai ser feita só por você’. Deus estava dizendo: Vou levantar aliados para te ajudar […]“Jesus não disse vou estar com você alguns dias, Ele disse: ‘Eu vou estar com você todos os dias’. A promessa dEle não é temporal, é eterna, eu estarei com vocês todos os dias.”

No término da mensagem o evangelista instigou os jovens a evangelizar. Afinal estamos vivendo nos últimos dias da igreja na terra, a obra do Senhor precisa de trabalhadores com urgência. E finalizou: “Faça a obra do Senhor, não te isoles. Não te acomodes. Não diga que está fraco ou cansado, porque o Senhor está contigo […] Aproveita este tempo porque tu não sabes quanto tempo isso vai durar”.

Ainda durante a Manhã Missionária, adolescentes receberam o batismo no Espírito Santo. O culto terminou com todos entoando o hino de número 65 da Harpa Cristã, ele diz: “Todo o poder o Pai me deu, na terra, como lá no céu! Ide, pois, anunciar o Evangelho, e eis-me convosco Sempre!” e com a oração final. Mas depois de encerrado, chegou a hora da premiação do Vestibular Bíblico. Este ano o primeiro lugar tanto para a faixa etária de 12 a 14 como de 15 a 17 foram moças e ambas receberam um notebook. A mais nova das duas é Vitória Rebeca do setor 11 – vila da Chesf. Já o primeiro lugar de 15 a 17 foi para a área 42, a congregação de Caxangá Integração, a adolescente Tamires do Nascimento.

“Jovem tu tens uma promessa que é maior do que tudo o que existe nesta terra e fiel é O que prometeu”

Fotos: IEADPE
Deus aqueceu e quebrantou os corações bem antes do culto oficial deste sábado, terceiro dia do 16º Congresso de Adolescentes. Vários congressistas permaneceram no templo após o estudo da tarde, no intuito de não perder a oportunidade de crescer na graça, fé e conhecimento de Deus. Quem esteve atento a voz do Espírito Santo pôde ser quebrantado assim que chegava, com louvores, orações e palavras ministradas durante o culto introdutório que começou ainda por volta das 17h30.
09“Glória, glória, gozo sem fim trará”, foi o primeiro hino louvado e parte desse gozo foi desfrutado durante o culto. O Pr. João Marcos Fernandes realizou a leitura da Palavra no capítulo 10 da carta anônima aos Hebreus. O quarteto gênesis também entregou o seu louvor com o hino: “Ele vem nos buscar, virá o Senhor nos buscar[…] Lá no céu há um lugar onde viverei”. E, antes do Pr. Jonatas Lins iniciar a ministração da palavra, o grande coral exaltou a Deus com dois hinos.
04A mensagem teve por tema: “Aquele que perseverar até o fim será salvo” e o pastor se baseou no texto escrito em Mateus 24.1-13. Durante a plenária os sinais da volta de Cristo foram novamente explanados à igreja. “Os sinais apontam o quanto está próxima a volta de Cristo”. O ministro contextualizou com o exemplo que todos já devem ter vivido: “Assim como quando estamos nos aproximando de uma cidade, as placas de trânsito nos indicam isso, temos alertas que apontam para a segunda volta de Cristo. Sinais políticos, conflitos bélicos, socioeconômicos tais como fome e pestes, doenças – um mosquitinho causando tanto estrago –“. Contudo, o pastor destacou que não devemos olhar para isso com espanto, pois a Palavra do eterno Deus tem que se cumprir na integra, porque o Senhor está voltando.
06“Teremos também sinais naturais, como já foi predito no evangelho de Mateus 24.7. Atualmente acontecem aproximadamente seis mil abalos sísmicos por ano e os especialistas se perguntam qual o motivo disso. “Mas não precisa ser geólogo nem cientista para entender isso, basta ler a Bíblia”. Ele enfatizou também os acontecimentos recentes, tanto as tempestades de frio nos Estados Unidos, como a tempestade e o Vórtice Ciclônico que aconteceu ontem no Recife. Mas lembrou que não devemos temer tais sinais, e sim ficarmos atentos quanto a perseguição. Pois, seremos odiados por cremos em Jesus, odiados pela nossa fé e por nossa maneira de viver. Contudo os salvos podem se animar, afinal: “A nossa esperança tem um nome, é Jesus de Nazaré, que vai descer do céu”. Acreditamos em um Jesus vivo, aquele que ressuscitou com poder e glória.
O Espírito Santo pôde ser sentido em cada instante. Mas ao se aproximar o término da palavra o pastor Jonatas ressaltou que: “Este tempo é um tempo de apostasia […] mas ‘tu porém permaneces naquilo que aprendestes'”. E com fervor despertou os jovens. “Não tentem inventar, se espelhe em nosso pastor, nos obreiros, naqueles que não caíram de paraquedas, mas que trilharam seus caminhos. Um dia eu estive sentado como vocês e sentia o desejo de algum dia estar aqui sendo usado por Deus e Ele cumpre o desejo do nosso coração, mas você precisa construir uma história com Deus. Ninguém aparece do nada, tem que ter uma história de lágrimas, uma história na presença de Deus”.
11Além da apostasia ele lembrou que Jesus também fala sobre a iniquidade e falta de amor presente nos dias que antecedem a ida da igreja aos céus. “estamos vivendo esta época. Mas a recomendação bíblica é: deixai todo o embaraço e o pecado que tão de perto nos rodeia”, em sintonia com a passagem registrada em 2 Coríntios 7.1 “Ora, amados, pois que temos tais promessas, purifiquemo-nos de toda a imundícia da carne e do espírito, aperfeiçoando a santificação no temor de Deus.
“Jovem tu tens uma promessa que é maior do que tudo o que existe nesta terra e fiel é O que prometeu”, este foi o início do convite a perseverança na caminhada cristã.“Perseverança é uma marca dos vencedores, pois os perdedores param, desistem, abrem mão. Mas os vencedores não desistem, não param, eles perseveram. Agora sabe o que Jesus tem para os vencedores? Ele diz: ‘quem vencer, dar-lhe-ei a comer da árvore da vida, que está no meio do paraíso de Deus […] Ao que vencer darei eu a comer do maná escondido, e dar-lhe-ei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe”, essas e outras promessas bíblicas foram citadas.
Já próximo de finalizar o pastor exclamou: “Chegou 2016 vai ter muita gente brigando por uma cadeira lá na câmara, mas só dura 4 anos. Mas eu vou sentar no trono eterno. Então persevera porque tu vais sentar no trono”. A Palavra foi selada com batismos no Espírito Santo e conversões de vidas a Cristo. 05

07

03