Eventos, igreja, Mulher, Templo Central

Santos para o arrebatamento: chega ao fim o 13º Congresso de Mulheres da IEADPE

Tags: , , ,

O 13º Congresso de Mulheres da IEADPE surpreendeu. Neste domingo (1º), de junho marcou o último dia do maior evento voltado para as mulheres no Estado. Diferente dos dois dias anteriores não houve estudo à tarde, mas isso não reduziu a movimentação nas dependências do templo, nem em seu entorno.

O acesso ao interior do Templo Central foi fechado depois da Escola Bíblica Dominical Especial. Mas durante o horário do almoço, centenas de pessoas começaram a chegar aguardando a liberação das portas. As 13h uma multidão estava reunida cantando hinos congregacionais, com muita alegria. Quando a entrada foi permitida, às 15h, a maioria dos assentos foi tomada.

No domingo, o sentimento de nostalgia é generalizado. A irmã Ana Paula, da filial em Petrolina, no Sertão, está hospedada no prédio anexo ao templo desde a quinta-feira (29): “Vim com uma caravana de 48 irmãs, estou muito feliz, esta é a segunda vez que chego aqui”, disse. Segundo ela, hoje, já após o culto, iniciam a viagem de retorno: “volto já com muita saudade, e pronta pra vir, se Deus quiser, no próximo ano”, concluiu.

Momento de adoração. Foto: Jackson Amil - RBC

Momento de adoração. Foto: Jackson Amil – RBC

Foi uma noite de agradecimento, de regozijo, louvor e adoração a Deus, pelas maravilhas deste evento. As congressistas puderam ouvir testemunhos edificantes, foram instruídas e exortadas. Adoraram, oraram, ofereceram uma verdadeira expressão de adoração a Deus. Como disse o pastor Presidente da IEADPE Ailton José Alves, nesses dias as irmãs derramaram uma cachoeira de lágrimas, de clamor e intercessão e já saíram com saudade deste congresso espiritual.

 

Pr. Victorino Silva. Foto: Jackson Amil – RBC

Vários visitantes de diferentes denominações estiveram nos quatro dias de culto festivo. Como também dezenas de caravanas e equipes de irmãs, advindas de outros estados e cidades do Interior. O pastor e cantor Victorino Silva da IEAD no Rio de Janeiro, esteve adorando durante o sábado e no encerramento.

A igreja foi impactada pela Palavra da noite que teve como assunto A santificação para o Arrebatamento. O pastor Albérico Inácio, coordenador da IEADPE em Toritama, dirigiu o estudo com base na passagem de Lucas 2. 36-38, fazendo um paralelo com a vida de Ana que nunca deixava o templo e adorava a Deus jejuando e orando dia e noite, juntamente com os que esperavam a redenção de Israel.

Na ministração, pastor Albérico contou a história de Ana, que vinha de uma tribo que lavava os pés com azeite, uma iguaria que era usada apenas para ungir a cabeça. Porém, Ana tinha esta prática com este produto caro, devido à tradição de sua tribo. E neste contexto o preletor explanou que a igreja do arrebatamento é uma igreja molhada no azeite.

_MG_1517

“Deus abriu um rio para esta igreja, não um rio de água, mas um rio de azeite. A igreja que tem um andar puro, onde chega vai deixando o azeite. A igreja do arrebatamento é rica dos dons espirituais e da palavra. Esta igreja tem os dons de maravilhas, o dom da fé, e o dom de curar; eu tive paralisia infantil, mas Deus disse: levante e ande”,

Concluiu falando das características da igreja do arrebatamento que é rica na palavra, e dos dons, e tem comunhão, ama o templo e continua anunciando que Jesus é a redenção das nações “finalizou.

O poder de Deus tomou conta da congregação de uma forma tão gloriosa, que os irmãos foram envolvidos numa apoteose espiritual, e falavam em mistérios, choravam de alegria com o derramar da graça maravilhosa, sentindo a presença do Espírito Santo.

A cobertura do evento ficou por conta do Sistema de Comunicação da Rede Brasil (emissora oficial da IEADPE), que envolveu as equipes do Jornalismo Online, Rádio AM 580 KHZ / FM 93,3 KHZ, TV- canal 14, que transmitiam os cultos ao vivo e pela internet através do portal do congresso http://congressodemulheres.com.