Eventos, igreja, Templo Central

Renovação conjugal e Exemplo de vida Cristã foram os temas deste penúltimo dia de EBO 2013

Tags: ,

EBO 2013

No penúltimo dia da EBO 2013, o poder de Deus se fez presente logo no devocional, quando , guiado pelo Espírito Santo, o missionário Paulo Cristovão entoou juntamente com a Igreja: – “A Face adorada de Jesus verei (…)”

Em Seguida, o irmão Francisco de Petrolina começou a louvar: (…) “ Que coisa linda ter a vida de Cristão “ (…) Depois o Pastor presidente Aílton José Alves trouxe uma reflexão a Igreja na primeira carta a Timóteo.

O Pastor José Prado Veiga vindo de São Paulo continuou os estudos nesta manhã de sábado (26). E, baseado nas cartas aos Coríntios, no livro de Salmos e no evangelho de Mateus, o obreiro paulista conclamou a Igreja a viver de forma fiel. O Servo de Deus também relatou partes da história de Jó e afirma que o Senhor renova o casamento.

“O Casamento é mais do que alguém possa imaginar,” atesta o pastor.

O Pregador que congrega na Lapa, enfatiza que o matrimônio é uma aliança que se funde pelo Espírito Santo e que devemos amar cada vez mais o enlace que adquirimos. Porque o casamento é muito mais que um contrato, como diz na carta aos efésios:

“Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela.”

_MG_6630

O Preletor relata que os obreiros precisam de uma renovação, se quiserem ser um vaso novo e, ainda conta que a integridade é um dos alicerces para a construção de um duradouro relacionamento, e tem significados como: Totalidade, Inteireza, Completude, Imparcialidade e retidão.

Depois da palavra ministrada pelo pastor José Veiga, hinos e louvores foram entoados pelos presentes no templo central, nesta manhã de sábado.

O Estudo continuou a ser ministrado, e desta vez com base na primeira carta a Timóteo, por meio do pastor Jairo Teixeira Rodrigues, que trouxe um ensino acerca do molde espiritual que o crente em Cristo Jesus deve se encaixar.

“O Espírito Santo está nos lapidando para sermos exemplo dos fiéis”, enfatiza o pastor.

O Obreiro pregou a palavra de Deus e ratificou que para Deus (…) “Temos valor pelo que somos e não pelo que temos (…) “E, em coro, os que estavam na 57ª edição da Escola Bíblica de Obreiros: “Eu sou uma benção”.

O Alagoano com mais de cinco anos de ministério, traçou um perfil de um exemplo de servidão e temor a Deus – Timóteo que apesar de tímido e pai politeísta, perseverou firme no propósito pelo qual ele foi chamado.

O Culto desta manhã se encerrou com cântico e instruções sobre aspectos doutrinários trazidos pelo pastor que congrega em Alagoas. Depois da pregação, o pastor Aílton José Alves inspirado pelo Espírito Santo doutrinou a Igreja e encerrou os trabalhos desta primeira parte do penúltimo dia da 57ª EBO.