Arquivo Adnews

O jovem e o exercício da caridade

Todas as vossas obras sejam feitas em caridade” (I Co 16.14). Esse princípio cristão, ensinado pelo apóstolo Paulo, deve ser um norte na vida do jovem cristão. A vida de um filho de Deus é mais do que discursos, envolve práticas e hábitos dirigidos pelo Espírito Santo e extraídos da Palavra de Deus.

Quando a Bíblia se refere ao amor (caridade), fala de um sentimento fraterno, afetivo e sincero. A prática da caridade, resumida no texto acima citado, significa viver e realizar as coisas com boa vontade e benevolência. A prática da caridade nos conduz a um caminho de satisfação e contentamento em relação àquilo que estamos realizando.

Podemos exemplificar o exercício da caridade em diversos aspectos da vida de um jovem crente. No sentido espiritual, manifesta-se no combate ao pecado, na rejeição das diversas tentações, na preservação da pureza do corpo, em um namoro puro, no abandono dos vícios, no hábito da oração, do louvor e na dedicação à Obra de Deus.

Nos relacionamentos do jovem cristão, a prática da caridade é também observada nas relações interpessoais, na seleção de suas amizades, no trato com os pais, com os líderes, com a família e com a Igreja. A caridade se manifesta quando se busca manter um espírito de obediência e respeito para com as pessoas no viver diário.

No aspecto social, o exercício da caridade pode ser aferido na prática das boas obras, no cuidado com os carentes, no ato de visitar os enfermos e socorrer os necessitados, no amor em ofertar e dizimar, na dedicação ao evangelismo, entre tantas outras práticas cristãs.

Como a própria palavra define, o exercício da caridade é a repetição e a persistência nas boas ações, a manutenção dos hábitos saudáveis, das atitudes louváveis e recomendadas. O jovem cristão deve sempre incorporar em seu viver essas práticas, para alcançar bom testemunho diante de Deus e daqueles que o observam.

Caro jovem, tenha em sua mente a convicção de que Deus sempre recompensará aqueles que se dedicam ao exercício da caridade, pois essa é a essência do verdadeiro cristianismo.

Não nos desanimemos de fazer o bem; pois a seu tempo ceifaremos, se não desfalecermos” (Gl 6.9).

Ev. Josiel Soares

_______________________

* Publicado originalmente no Adnews 20 (Setembro/2013)