Eventos, igreja, Templo Central

Estudo sobre Saúde emocional foi destaque neste 3º dia da 57ª EBO

Tags:

Foto: Jackson Amil / RBC

Foto: Jackson Amil / RBC

“Maridos, vós, igualmente, vivei a vida comum do lar, com discernimento, para que não se interrompam as vossas orações”. Esse texto que se encontra em I Pedro 3.7, marcou a primeira parte de estudos da manhã desta quarta-feira, 3º dia  de plenárias da 57ª EBO.

O Estudo trazido pelo pastor setorial da Lapa, em São Paulo – SP, José Prado Veiga, instruiu os irmãos sobre o comportamento do obreiro perante suas respectivas esposas. O Tema, que foi abordado depois da adoração, fez os obreiros presentes no templo central, refletirem acerca da vida conjugal em Cristo.

“Enquanto estivermos aqui vamos glorificar nosso casamento”, Pastor José Prado Veiga.

Depois de cânticos e oração, a Escola Bíblica de Obreiros prosseguiu, e com o texto “Senhor, tu me sondas e me conheces…” que se encontra no livro dos Salmos 139, foi aberto o segundo estudo deste dia (23).

Nesta segunda parte de aprendizagem, o pastor Presidente da Igreja no Estado de Sergipe, Virgínio de Carvalho Neto, trouxe uma abordagem psicológica sobre as características do ser humano e suas emoções sentidas no cotidiano.

“É bom quando nós olhamos pra nós mesmos”, Pastor Virgínio de Carvalho Neto.

O Pastor de Aracajú ainda afirmou que “o espírito humano é o ponto de contacto com Deus” e que o pecado aliado a um trauma consequente, pode ser mortal para a comunhão do cristão com Deus.

O Preletor, que também foi missionário na África, tratou de assuntos inerentes ao caráter do homem, como: temores, depressões e barreiras emocionais, além da nova vida que pela salvação da alma é livrada de culpa e lavada do pecado.

“A Graça de Deus é tão grande que é uma afronta para a natureza do homem”, atesta pastor Carvalho.

No Intervalo para a continuidade do aperfeiçoamento dos obreiros, o cantor Jair Santos louvou e engrandeceu o nome do Todo-Poderoso. E, depois, ao som de “Glória, Glória, Aleluia… O meu nome ouvirei Jesus chamar..”, o Poder do Grande EU SOU foi constante na Avenida Cruz Cabugá, 29 em Santo Amaro, Recife-PE.

O Pastor Esequias Soares, de volta ao púlpito neste 4º dia de EBO, seguiu com a apologética cristã e detalhes históricos sobre a propagação da fé eclesiástica, desde o início da era cristã. Atuante em Jundiaí, interior de São Paulo, o mestre em Ciências da Religião continuou a falar de assuntos relevantes até a formação da Igreja atual.

O Evangelista Fernando Gil, área 36, fala da sua satisfação em aprender mais e poder participar deste momento único:

“A Sapiência do nosso pastor e o aperfeiçoamento da obra através de novas tecnologias enaltecem o evento.”

Os Ensinos continuarão durante à tarde para os obreiros e a noite terá o culto em comemoração ao aniversário e aos 15 anos do pastorado do Pastor Aílton José Alves.