Escola Bíblica de Obreiros, Eventos, igreja, Templo Central

Começam estudos da 62ª edição da EBO

Tags:

A primeira manhã de estudos da Escola Bíblica de Obreiros (EBO) deste ano começou com um devocional marcado pela oração e louvor. Logo depois, foi dado início a plenária que foi ministrada pelo Pr. Orisvaldo Nunes, presidente da AD em Alagoas e da Convenção de Ministros da Assembleia de Deus no estado de Alagoas (COMADAL).

Ele falou sobre o tema: O obreiro aprovado como modelo de excelência espiritual da Igreja, baseado no texto contido em 2 Tm 2.15. “Procura-te apresentar aprovado ao Senhor porque a Igreja dEle merece o melhor”, afirmou Pr. Orisvaldo.

Logo depois do intervalo, uma nova plenária aconteceu, desta vez com a preleção do Pr. Martim Alves da AD-Rio Grande do Norte. O ministro abordou a formação de novas gerações de obreiros, da necessidade de manter a doutrina e outros temas. “A boa doutrina, forma bons usos e costumes”, afirmou.

Fazendo uma alusão ao processional de abertura do culto na Arena de Pernambuco pelo Centenário da IEADPE, Pr. Martim frisou que o Senhor permanecerá chamando homens que continuem levando o legado da Assembleia de Deus. “Deus sempre vai levantar homens capacitados e fieis que vão levar esta tocha até Jesus voltar”, ministrou.

A terceira plenária ficou sob a responsabilidade do Pr. Esequias Soares, Presidente da AD-Jundiaí/SP. O tema da palestra foi: “Como a fidelidade do texto Bíblico foi preservada através dos séculos”. Ele falou sobre a Bibliologia, passando por temas como inspiração divida, e na questão das traduções das Escrituras para variados idiomas. De acordo com o ministro, a Bíblia já existe hoje em 3.324 línguas.

No final da manhã, o Pr. Presidente Ailton José Alves, entregou uma medalha de honra comemorativa pelos 100 anos da IEADPE a todos os missionários e pastores setoriais. Os preletores da EBO também receberam uma placa comemorativa e um exemplar do livro Assembleia de Deus em Pernambuco: Um século de Pentecostes.