“A igreja foi chamada para Evangelizar”

Chegou o último dia desta 37º edição do Congresso de Jovens e às 5h da manhã alguns jovens marcaram presença no culto matutino. Um pouco mais tarde, já no culto introdutório o templo estava cheio de congressistas e caravanas que vieram cultuar ao Senhor. Às 10h o pastor Luiz Mário instruiu os presentes com um resumo da lição da Escola Bíblica Dominical. Em seguida a programação da Manhã Missionária seguiu.

O Grande Coral de Jovens esteve formando, e, louvaram o hino: “Por mais que eu sirva”.  Algumas caravanas das congregações estiveram presentes, assim como, o Coral Jovem do Templo Central que adorou ao Senhor com o hino “Nas mãos do Oleiro” cuja mensagem diz: “Em Tuas mãos eu sou pó. Nenhum valor, barro sou. Quem sou eu pra questionar, Tuas mãos a me moldar? Tu és Deus, artesão de mim. Nas mãos do Oleiro, me entrego inteiro pra ser quebrado e refeito. Nas mãos do Oleiro sou restaurado pra ser um novo vaso.”

 

As filiais em Amaraji, Itambé, Panelas, Santa Cruz do Capibaribe, Surubim, Timbaúba, Petrolina, Itapeti foram algumas das escaladas para participar do culto desta manhã, assim como o Setor 1, Cabo, Setor 7 Camela, Setor 10 Jaboatão e as áreas: 39, 42, 43, 44, 46, 48, 49, 52, 53, 54, 55, 56 e 64.

O processional foi iniciado com o Hino Oficial do Centenário da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Pernambuco. Então, jovens, representando os países onde há trabalho missionário da IEADPE, falando no idioma ou dialeto de cada país, junto com intérpretes, relataram a realidade do evangelho nos países por eles representados e ao término todos louvaram juntos: “Eu me rendo a Ti, eu me rendo a Ti”.

A palavra, ministrada pelo Pr. Waldemir Farias foi baseada no trecho Bíblico registrado no Evangelho de Mateus (16: 17-19). “A igreja não é um acidente de percurso, a igreja já estava no propósito Divino antes da formação do mundo e universo. Deus estabelece igrejas para cumprir o seu propósito e Ele escolheu a Igreja para ser um ambiente de glorificação do seu nome, para que ela fosse um instrumento”, ratificou.

A Mensagem transmitiu e ensinou sobre o papel do cristão, da igreja, diante do evangelho. O pastor enfatizou nos jovens o dever de evangelizar: “O crente que não anuncia é incompleto. Mas o crente que ora e canta, canta e prega é uma igreja completa porque cumpre o propósito do Senhor”, pontuou.

“A igreja foi chamada para Evangelizar, para fazer a obra de Deus […] e você não deve temer ao inferno mas o inferno nesta manhã está temendo por causa desta igreja” e continuou “Deus não nos chamou para estar perdendo tempo com outra coisa, ele nos chamou para o evangelho”.

Além disso, não foi esquecido as dificuldades na trajetória daquele que luta para honrar o chamado de Deus de evangelizar, porém, com o ministro enfatizou: “Jesus nos chamou para a Guerra e Ele nos deu armas poderosas, as armas da nossa milícia são poderosas” e com isso ele redarguiu que devemos militar por ela a boa milícia e que, com isso, com o cumprimento dessa missão, o diabo tem muita raiva. Porém, para aqueles que estavam acovardados também ouve uma palavra de ânimo: “Nessa manhã você está com coragem de enfrentar o que vem por aí? você aceita o desafio ou vai ficar aí quietinho chorando?”. O pastor lembrou a igreja: “Quem é o fogo para queimar sadraque, Mesaque e Abede-Nego? Quem é o leão para comer Daniel?”. Tal mensagem chegou acompanhada do conselho do jovem buscar ânimo e revestimento em Deus. “Levanta a cabeça, levanta a cabeça, nada de cabeça baixa, levanta a cabeça. Satanás vem e começa a colocar coisas na tua cabeça, começa a querer te colocar para baixo, Mas receba essa Palavra, tu és uma bênção”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *