Aprendendo a assumir responsabilidades

Um dos maiores desafios da vida é sair da fase infantil e ingressar no mundo das responsabilidades maiores e inadiáveis. Claro, desde pequenos somos cobrados a ter compromissos, nos exigem pequenas tarefas, como escovação, tarefas escolares, horários de dormir, acordar, entre outras. Mas, há um diferencial. É que, quando crianças, quando não conseguimos realizar nossos afazeres, outros fazem por nós e nos dão crédito e tolerância por nossa pouca idade. Tudo isto muda de configuração quando entramos na fase da juventude. Esse é o período que começamos a caminhar com nossas próprias pernas.

Evidentemente, sempre teremos pessoas maduras que nos ajudarão em nossas escolhas; entretanto, as decisões que serão determinantes para o futuro de um jovem, estão sob sua responsabilidade. Estas escolhas envolvem a definição de uma vida acadêmica e profissional, a escolha da pessoa que será seu companheiro por toda a vida, o equilíbrio entre a vida social e a Igreja, enfim, uma série de eleições que são extremamente importantes e inadiáveis. Descobre-se, também, neste período da vida, que os contos de fada são irreais, que a realidade é bem diferente de nossos sonhos infantis, e estas descobertas ás vezes assustam os jovens. Não se pode deletar as consequências de uma escolha equivocada, por isto, é tão importante ser criterioso e responsável na definição e seleção de coisas determinantes para o futuro.

Em todas as decisões que tomar, o jovem cristão deve ser regido por alguns princípios éticos e cristãos. Deus está de acordo com minhas preferências? Afronto os valores herdados de minha família? Estou em sintonia com os princípios de minha Igreja? Minha decisão é sólida ou apenas satisfaz meus desejos? São indagações que o jovem deve fazer antes de dar passos em direção ao seu amanhã.

Responsabilidades exigem disciplina e determinação, nos impõe horários, regras, porém, são elementos inseparáveis do sucesso, da conquista da estabilidade financeira, emocional, afetiva e, principalmente, espiritual. Não se chegará a lugar algum na vida se uma pessoa não assume responsabilidades. Nada é fruto do acaso ou se adquire fortuitamente ou sem esforços.

Assim, caro jovem, encare a vida de frente, assuma seus compromissos com seriedade, e saiba que Deus é o principal interessado em tua prosperidade, Ele é o teu maior incentivador, e te ajudará na tarefa de viver com responsabilidade e compromisso. Tuas decisões serão respaldadas por Ele; se forem fundamentadas nos conselhos da Palavra de Deus.

“Alegra-te, jovem, na tua mocidade, e recreie-se o teu coração nos dias da tua mocidade, e anda pelos caminhos do teu coração, e pela vista dos teus olhos; sabe, porém, que por todas estas coisas te trará Deus a juízo. Afasta, pois, a ira do teu coração, e remove da tua carne o mal, porque a adolescência e a juventude são vaidade” (Ec 11.9,10).

Josiel Soares

_______________________

* Publicado originalmente no Adnews 10 (Outubro/2012)

62ª Escola Bíblica de Obreiros chega ao fim recordando raízes missionárias da IEADPE

 

Depois de uma semana sentindo a presença de Deus, milhares de irmãos estiveram no Templo Central para agradecer por tudo que receberam desde o sábado 20, nesta 62ª Escola Bíblica de Obreiros. O evento acontece há 61 anos sob a direção divina, reunindo milhares de obreiros da capital, interior e do exterior.

]

Esta edição foi iniciada no sábado 20 com a Comemoração do Centenário da IEADPE, ocorrida na Arena Pernambuco, que reuniu 57.721 pessoas e ficou marcada na memória dos presentes. Em seguida, foram celebrados no Templo Central os 20 anos de ministério do Pastor Presidente Ailton José Alves à frente da Igreja. E durante a semana, foram realizados estudos, cultos festivos e homenagens a obreiros de todo o Estado que contribuíram e contribuem com a história das Assembleias de Deus em Pernambuco.

Nesta sexta-feira 26, foi celebrado o Culto de Missões. Ele contou com um processional que assinalou a necessidade de salvação daqueles que não conhecem a Cristo e evocou a chama missionária da Igreja. Participaram missionários ativos da IEADPE, assim como estrangeiros convertidos na obra e a irmã Ruth Carlson, filha dos missionários suecos fundadores da IEADPE, Joel e Signe Carlson. “A Igreja de Pernambuco é fruto da obra missionária, desde 1981 Deus tocou o nosso Pastor Leôncio e hoje nós estamos vendo os resultados daquele chamado,” disse o Pastor Ailton, antes de realizar uma oração pelas missões mundiais.

Após os louvores, a mensagem da Palavra de Deus foi ministrada pelo Pastor Juan Carlos Escobar, Presidente da Assembleia de Deus na Espanha. Ele ministrou sobre a vida de Moisés, e falou que assim como os pais de Moisés cuidaram dele diante das ameaças do Egito, da mesma forma os pais de hoje devem manter o cuidado familiar diante dos faraós que se levantem. E dessa forma, “cada um de vocês terá a marca estratégica para mudar o futuro do Brasil, para cuidar dos oprimidos e para ser uma geração líder.”

Concluindo as festividades, o Pastor Ailton agradeceu a Deus por tudo que Ele fez nesta EBO e pela presença dos preletores. Por último, o Pr. Ailton Júnior apresentou edições especiais do Adnews em espanhol e em inglês que serão levadas para o campo missionário.

Terminam plenárias desta 62ª EBO

O último dia de estudos desta 62ª Escola Bíblica de Obreiros começou a preleção do Pr. Juan Carlos Escobar, Presidente da Assembleia de Deus na Espanha, que lecionou sua última aula nesta EBO. O pastor concluiu a ministração que tinha como tema: De volta aos tempos antigos, baseado o texto bíblico contido em Jeremias 6.16.

O pastor falou sobre a chamada de Deus na vida do obreiro: “Deus está contigo, você tem que submeter o seu chamado, para que possa dar passos firmes e contundentes sob a orientação de Deus e de seu Pastor Ministério não é um título. Deus não dá cargos, Ele dá a função que o corpo de Cristo precisa. O chamado de Deus é uma função!”, ministrou.

O segundo estudo foi ministrado pelo Pr. José Prado Veiga (pastor setorial em São Paulo), que ministrou um estudo sobre A fidelidade e a perseverança do obreiro na igreja local, falando sobre personagens bíblicos como Tito e Timóteo que foram obreiros fiéis e prudentes. “Conserve o modelo. O dom é dEle”, afirmou.

Por fim, o Pr. José Lopes, encerrou os estudos desta EBO continuando a plenária que fala sobre a vida e o ministério de Paulo.

A tarde não haverá estudos e à noite, acontece o Culto de Missões a partir das 19h.

UEMADEPE

Como de costume, esta sexta-feira foi dia das esposas de presbíteros, evangelistas e pastores se reunirem num culto destinado a elas, organizado toda EBO pela União das Esposas de Ministros da Assembleia de Deus em Pernambuco (UEMADEPE).

No auditório, localizado no quinto andar do Templo Central, as irmãs começaram com um devocional, com oração, e louvor. No momento do louvor, as missionárias do continente africano cantaram um hino em um dos dialetos falados naquele lugar.

A irmã Edna Veiga, da AD em São Paulo, ministrou uma breve Palavra e o Pr Juan Carlos Escobar também deu um estudo para as irmãs.

 

 

“Queres ficar são? Há um Deus que muda situações”

O penúltimo culto festivo desta 62ª Escola Bíblica de Obreiros contou com a casa cheia. Desde a abertura do evento, irmãos das filiais da IEADPE no exterior vieram participar desta edição, como também missionários da África do Sul, Moçambique, Guiné-Bissau, Portugal, Peru e Argentina. Também marcaram presença caravanas do Interior e grupos da Região Metropolitana do Recife.

Depois que o culto de louvor e adoração a Deus começou, os hinos de exaltação conduziram os presentes a glorificar ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Entre os órgãos presentes, estavam o Coro e Orquestra Doce Harmonia, a União de Adolescentes Resplandecer e cantores locais.

 

 

O Pr. José Prado Veiga, da AD em São Paulo, realizou a leitura da Palavra em João 15.1-5, que diz: “Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o lavrador. Toda a vara em mim, que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto. Vós já estais limpos, pela palavra que vos tenho falado. Estai em mim, e eu em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não estiver na videira, assim também vós, se não estiverdes em mim. Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.”

A ministração da Palavra de Deus foi feita pelo Pr. Eliezer Lira, da AD em Curitiba. Ele leu o texto de João 5, que fala sobre a cura do paralítico que estava enfermo há 38 anos no tanque de Betesda.

O preletor explicou que a situação daquele homem era ao mesmo tempo extraordinária e comum, todos passamos por aflições, mas aquele paralítico tinha esperado por muito tempo sem saber o momento em que teria a sua vitória. E, apesar dessas circunstâncias, “a Bíblia nos convoca a confiar no Senhor”, pois “há um Deus que muda situações”.

Quando se aproxima, Cristo faz uma pergunta inusitada e fantástica àquele homem: “Queres ficar são?” (v.6). Segundo o pregador, “Jesus queria tirar aquele homem de um estado de acomodação quase que irreversível. Jesus queria provocar ele a sentir a necessidade de algo novo em sua vida” e Jesus quer fazer o mesmo na vida dos ouvintes.

Amanhã será o último dia desta edição da EBO, que contará com estudos para obreiros de todo o Estado. As esposas de pastores, evangelistas e presbíteros poderão participar das plenárias e da reunião da União de Esposas de Ministros das Assembleias de Deus em Pernambuco (UEMADEPE), que acontecerá das 8h30 às 12h30. E à noite, o culto de Encerramento será aberto para toda a Igreja.

“O Deus que revelou a sua entrada, vai revelar a sua saída”

Durante esta quinta-feira (25), foram realizados três estudos, assim como nos demais dias. A primeira plenária foi ministrada pelo Pr. Juan Carlos, Presidente das Assembleias de Deus na Espanha. Ele deu continuidade ao estudo: “Voltando aos caminhos antigos”.  Com ênfase ao subtema: “Os fundamentos da Igreja Primitiva”.

“Ele é a cabeça da igreja, Ele é o máximo, Ele não pode ficar de fora da nossa vida, não pode ficar fora da nossa educação, dos nossos projetos. Ele precisa estar em tudo, Ele é o alfa e ômega, princípio e fim”,  bradou o pastor durante a ministração. Já a segunda palestra ficou sob a responsabilidade do Pr. José Geraldo Lopes, que também deu continuidade à explanação sobre: “A vida e o ministério do Apóstolo Paulo”.

 

A terceira plenária foi ministrada pelo Pr. Prado Veiga, sobre a “Fidelidade e a perseverança do Obreiro na Igreja Local”, alguns dos pontos abordados foram: “Tito, o obreiro exemplo de fidelidade e confiança a ser seguido” e “Timóteo, o obreiro posto em Éfeso para ser um defensor da igreja local dos falsos ensinadores”.

“De que lado você está?” foi uma das perguntas feitas pelo ministro aos presentes. As qualidades que o obreiro deve ter também foram pinceladas ao longo do estudo. “O Deus que revelou a sua entrada, vai revelar a sua saída, fique lá até o dia do Senhor. A recompensa virá”, admoestou o Pr. Veiga e completou com a referência bíblica, “humilhais-vos pois debaixo da potente mão de Deus para que ao seu tempo vos exalte”. Ao término do estudo, alguns evangelistas foram homenageados.

O culto da noite está previsto para ser iniciado às 19h. Diferente das plenárias matutinas e vespertinas, será transmitido ao vivo pela Rede Brasil de Comunicação, através da TV, Rádio e redes sociais.

Mais uma manhã de estudos para os obreiros aprovados

Chegou o penúltimo desta EBO, que começou no último domingo, após o grandioso evento na Arena Pernambuco. Depois do devocional que começou pontualmente as 8h30, o Pr. Douglas Baptista, líder da Assembleia de Deus no Distrito Federal e do Conselho de Educação e Cultura da CGADB, encerrou sua participação nesta edição da Escola Bíblica, dando o terceira parte do estudo: Relativismo cultural e suas implicações na ética Cristã. “A igreja está sob ataque dos principados e potestades, mas o Deus nesta Igreja é forte e terrível”, afirmou.

A segunda plenária foi ministrada logo após pelo Pr. José Lopes (AD New Jersey/EUA) que também continuou a ministração com o tema: A vida e o ministério do apóstolo Paulo. Ele vem abordando cronologicamente os fatos que aconteceram na vida do apóstolo, desde os seus precursores, passando por sua conversão até as viagens missionários e os feitos que ele operou através do poder de Deus.

Por fim, o Pr Juan Carlos Escobar ministrou o último estudo desta manhã, encerrando o ciclo de aprendizagem deste primeiro horário, com uma palavra de refrigério para a alma. “O descanso vem quando você se apoia na Palavra. Nós somoss responsáveis por formar um povo forte, capaz de influenciar o destino de um país”, disse.

A tarde segue com mais estudos para obreiros e suas esposas a partir das 13h30. A noite, o culto oficial acontece para toda a igreja a partir das 19h.

“A Igreja do arrebatamento está no mundo, mas não é do mundo”

A Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Pernambuco (IEADPE), sob a presidência do Pastor Ailton José Alves, está realizando a 62ª edição da Escola Bíblica de Obreiros. Na noite desta quarta-feira, 24, foi celebrado o aniversário de 41 anos do Templo Central, que teve sua construção iniciada durante o ministério do Pastor José Amaro. E também foi lembrado que há exatos 100 anos, os missionários suecos Joel e Signe Carlson realizaram o primeiro culto oficial da IEADPE, no bairro da Boa Vista, na área central do Recife.

O Pastor Joel Freire (EUA) realizou a leitura oficial em Salmos 134, que diz: “Eis aqui, bendizei ao SENHOR todos vós, servos do SENHOR, que assistis na casa do SENHOR todas as noites. Levantai as vossas mãos no santuário, e bendizei ao SENHOR. O Senhor que fez o céu e a terra te abençoe desde Sião.”

A ministração da Palavra de Deus foi feita pelo Pr. José Lopes, de New Jersey (EUA). Continuando os estudos sobre “A vida e o ministério do Apóstolo Paulo”, ele meditou em Atos 13, que fala sobre o envio missionário de Paulo e Barnabé.

Ele destacou a presença do Espírito Santo na vida de Barnabé, que ficou conhecido como ‘Filho do Espírito Santo’, e foi fiel companheiro de Paulo durante suas viagens missionárias, ajudando a ele, ainda quando novo convertido e com fama de perseguidor da Igreja.

Tanto Paulo como Barnabé estiveram em Antioquia, uma igreja com coração missionário que chegou a ser a base da evangelização dos gentios, a exemplo das 7 igrejas da Ásia apresentadas no Apocalipse. E, segundo o pastor, uma das marcas da Igreja verdadeira é que ela pertence totalmente a Cristo, pois “a Igreja do arrebatamento está no mundo, mas não é do mundo”.

]

A Escola Bíblica seguirá até a sexta com estudos para os obreiros durante o dia e culto festivo durante a noite, aberto para toda a Igreja. Se você não pode chegar ao templo, acompanhe o culto, ao vivo, através da Rede Brasil TV (Canal 14), Facebook (IEADPEOficial), Youtube (IEADPEOficial), Rede Brasil rádio AM (580), e FM (93.30).

Termina terceira tarde de estudos da 62ª EBO

Chegamos na metade da semana da Escola Bíblica de Obreiros, que acontece aqui no Templo Central da IEADPE, na avenida Cruz Cabugá, Nº 29, no bairro de Santo Amaro, Recife.

A nave do templo já estava cheia no início da primeira plenária, ministrada pelo Pr. Juan Carlos Escobar da AD Espanha. O ministro deu continuidade ao estudo iniciado na tarde de ontem, sob o tema: Voltando aos caminhos antigos, baseado no texto bíblico contido no livro de Jeremias 6.16. “Temos de lançar mão dos princípios. Não tenha medo de ir por Deus. Ele nunca vai te deixar envergonhado”, afirmou.

A graça de Deus foi sentida peça Igreja, que continuou sendo abastecida no próximo estudo, ministrado desta vez pelo Pr. Douglas Baptista, líder da Assembleia de Deus no Distrito Federal e do Conselho de Educação e Cultura da CGADB. Pr. Douglas também deu continuidade a aula: Relativismo cultural e suas implicações na ética cristã.

Os temas tratados nesta plenária são de extrema importância para os obreiros tomarem cada vez mais conhecimento desta ideologia propagada no nosso país, que vai de encontro aos valores cristãos. Por fim, o último estudo ficou por conta do Pr. Eliezer Lira, da AD Curitiba.

A noite acontece o Culto Oficial em comemoração por mais um ano do Templo Central. A Rede Brasil transmite e traz a cobertura completa para você. Acompanhe nas redes sociais oficiais da IEADPE.

Quarto dia da 62ª EBO: dia de trocar as baterias

Nesta quarta-feira (24), o templo estava repleto de obreiros e esposas de ministros para o estudo desta manhã. A primeira plenária, ministrada pelo Pr. Wagner Gaby, presidente da Assembleia de Deus em Curitiba, tratou sobre os “Deveres dos Pastores”, o pastor enfatizou a importância de ter responsabilidade com a função que Deus tem dado, orando, meditando na Palavra, buscando se capacitar, vigiando, tendo cuidado com a postura cristã, com o exemplo demonstrado a sua família, igreja e ao mundo. 

Uma dos sentimentos expressos durante o culto e em outras edições da EBO é de que os ministros ao participarem das Escolas Bíblicas de  Obreiros da IEADPE, não recarregam as baterias, eles as trocam por baterias novas, o que os dá Ânimo para seguirem a carreira do pastorado. O pastor também destacou que os obreiros “Devem ensinar a doutrina, a doutrina sadia, ortodoxa, e não inventar ensino baseado em ideias isoladas […] não terceirize o culto de doutrina”. E continuou lembrando aos presentes que: “Nós não somos condutores de cegos irmãos, a luz do evangelho deve estar acesa em nossa vida e em nosso ministério!”, enfatizou o pastor durante a palavra que explanou os subtópicos: “Alimentar o rebanho” e “Guardar a fé”.

A segunda aula foi lecionada pelo Pr. Joel Freire, sobre o “Obreiro e a Oração”. “‘Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á’, se você pediu, vá busca”, declarou o pastor.  O ministro destacou a importância da oração, falou sobre a necessidade de dedicar ao menos uma hora por dia para estar só com Cristo em oração. Ele elucidou sobre a sustentação bíblica para a vida de oração; as maneiras de orar; os tipos de oração, entre outros aspectos.

Enquanto que, a terceira palestra foi transmitida pelo Pr. José Geraldo Lopes, ministro do evangelho em Newark, New Jersey – USA. Com o tema: “Vida e Ministério de Paulo”, alguns dos destaques do estudo estavam relacionados ao nascimento, educação e formação religiosa, além de sua conversão, intimidade e compromisso com Deus e com a Palavra.

Os estudos do período da tarde serão retomados por volta das 14h, tendo antes um momento devocional com os presentes.

Chamados por Cristo para ser pescadores de homens

O Senhor tem falado fortemente com a Igreja desde a Celebração do Centenário, no sábado 20, e, durante esta terça-feira 23, na 62ª edição da Escola Bíblica de Obreiros, não foi diferente.

Durante o culto da noite, irmãos e irmãs tiveram a oportunidade de adorar ao Senhor com os hinos congregacionais. Logo depois, alguns órgãos também tiveram seu momento de louvor. Entre eles, a Banda Canaã, o Coral Jovem e o Coral de Casa Amarela.

O Pr. Wagner Gaby fez a leitura oficial em João 14.1-6, que fala: Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também. Mesmo vós sabeis para onde vou, e conheceis o caminho. Disse-lhe Tomé: Senhor, nós não sabemos para onde vais; e como podemos saber o caminho? Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.”

A ministração da Palavra de Deus foi realizada pelo Pr. Joel Freire com base em Mateus 4.12-20. O texto fala sobre o chamado que Cristo fez a Simão e André, e a promessa de fazer deles pescadores de homens.



O preletor comentou que aquele convite foi surpreendente e desafiou todas as expectativas: “Jesus foi lá onde as pessoas não imaginaram que Ele iria chegar. E não chegou com carruagens ou cavalo branco, ele chegou humilde. Ele não foi falar com prefeito ou deputado federal, mas com pescadores. E lhes fez uma proposta: Farei de você, pescador de homens.”



A resposta de Simão e André naquele momento foi de total aceitação do chamado de Cristo e, o Pastor lembrou que quando mandaram soldados para prender Jesus, o resultado foi semelhante. Quando ouviram a Cristo, disseram pra si mesmos e para os que lhes haviam enviado que Aquele homem era diferente.



Esta terça-feira de EBO teve na programação devocionais, estudos e momentos de agradecimento ao Senhor. Amanhã a programação continua com a transmissão da Rede Brasil através do Canal 14, além do canal IEADPEOFICIAL, no Youtube e Facebook.

Segunda tarde de plenárias: O compromisso com a Palvra

A primeira plenária desta terça-feira, segunda tarde de estudos, da 62ª Escola Bíblica de Obreiros, começou às 14h. Ministrada pelo Pr. Esequias Soares, da Assembleia de Deus em Jundiaí, São Paulo. A palestra foi sobre: “O Advento da imprensa de tipo móvel”. Um dos subtemas de: “Como a fidelidade do texto Bíblico foi preservada através dos séculos”.

Outros temas já abordados pelo Pr. Esequias Soares foram: “O significado do Cânon”; “Os cânones do Antigo Testamento”; Os cânones do Novo Testamento”; “Os Manuscritos Hebraicos e Gregos”; “Credibilidade dos textos Bíblicos”.

O Pr. Wagner Gaby, da Assembleia de Deus de Curitiba-PR, explanou o segundo estudo desta tarde sobre os falsos mestres, uma continuação ao tema:“Admoestação quanto ao perigo da apostasia”, do qual ele fez uma revisão, argumentando que a apostasia é um processo que se inicia com “pequenas” concessões, acomodações e descuidos na vida espiritual de tal modo como o afastamento da leitura e estudo da Bíblia Sagrada e a falta de regularidade na prática da oração.

A temática do terceiro estudo, foi “Voltando aos Caminhos Antigos”, ministrada pelo Pr. Juan Carlos, Presidente das Assembleias de Deus na Espanha. “Ponde-vos nos caminhos, e vede, e perguntai pelas veredas antigas, qual é o bom caminhos, e andai por ele; e achareis descanso para a vossa alma. (Jr. 6.16), versículo base do estudo.

Durante a ministração, o pastor destacou a importância de estar atento aos valores estabelecidos por Deus para o homem, não se deixando contaminar pela falsa liberdade desprovida do padrões Divinos. Ao término do culto alguns evangelistas e presbíteros com ação pastoral foram homenageados. O culto deste terceiro dia de EBO está previsto para ser iniciado às 19h. E será transmitido pela Rede Brasil de Comunicação através do canal 14 e das redes sociais.

Obreiros aprovados recebendo a admoestação do Senhor

Na manhã desta terça (23), os obreiros e suas esposas vieram ao Templo Central logo cedo para aprender a Palavra de Deus, com os preletores escalados para ministração nesta 62ª Escola Bíblica de Obreiros.

Como de costume, acontecem três preleções a cada turno. Hoje de manhã, logo após o devocional, o Pr. Joel Freire – Presidente da CONFRADEB/EUA – deu início a primeira palestra falando sobre: Uma vida dedicada à oração, à Palavra e ao jejum, como requisitos fundamentais para um ministério saudável, enfatizando a necessidade priorizar ações como estar para ter um ministério profícuo.

Em seguida, o Pr. Esequias Soares (AD Jundiaí) deu continuidade ao estudo iniciado ontem, que trata sobre a fidelidade dos textos bíblicos através dos séculos, baseado nos versículos contidos no livro de Jeremias 1.11-12: “Ainda veio a mim a palavra do Senhor, dizendo: Que é que vês, Jeremias? E eu disse: Vejo uma vara de amendoeira.
E disse-me o Senhor: Viste bem; porque eu velo sobre a minha palavra para cumpri-la”.

Por fim,  Pr. Wagner Gaby, encerrou as aulas desta manhã com uma ministração de admoestação quanto ao perigo da apostasia. “Ser  apostata é continuar sem refreio, e se a pessoa deliberadamente endurecendo o seu coração para não atender a voz do Espírito Santo, continua a pecar intencionalmente”, afirmou.

Ainda no clima de celebração pelo centenário, os evangelistas que pastoreiam Igrejas também receberam uma moeda comemorativas como homenagem por colaborarem com os 100 anos da IEADPE.

 

“Jesus Cristo conta com homens e mulheres transformados”

Nesta segunda-feira (22), aconteceu mais um poderoso culto de adoração a Deus durante a 62ª edição da Escola Bíblica de Obreiros. O louvor contou com a participação da União de Adolescentes Resplandecer do Templo Central, do Grande Coral de Mulheres do Setor-04 (Vitória), do Coral de Cavaleiro, da Banda Canaã, do Quarteto Gênesis e do argentino Pb. Sebastián Rojas, alcançado pela missão na cidade de Nicanor Otamendi.

Milhares de irmãos estiveram presentes de todas as regiões do Estado. Entre eles, o Pb. Joaquim França, que está acompanhando esta EBO desde o princípio, e expressou sua gratidão de estar no evento: “A Escola Bíblica está correspondendo a todas as expectativas. E graças às orações, aos sacrifícios e a Campanha Estadual de Oração, o resultado está sendo uma bênção. Nós, como alunos desta escola, estamos realmente maravilhados com o que Deus está fazendo”.

A leitura da Palavra foi realizada pelo Pr. João Barbosa Lopes, da AD Piauí, no Salmo 100, que diz: Celebrai com júbilo ao SENHOR, todas as terras. Servi ao Senhor com alegria; e entrai diante dele com canto. Sabei que o Senhor é Deus; foi ele que nos fez, e não nós a nós mesmos; somos povo seu e ovelhas do seu pasto. Entrai pelas portas dele com gratidão, e em seus átrios com louvor; louvai-o, e bendizei o seu nome. Porque o Senhor é bom, e eterna a sua misericórdia; e a sua verdade dura de geração em geração.”

O Pastor Eliezer Lira, da Assembleia de Deus em Curitiba ministrou sobre a videira verdadeira, que é Cristo, baseado em João 15. Na passagem, o Senhor se compara com uma videira, e diz que os discípulos são os ramos. O preletor explica, diante disso, que “um dos papeis da Igreja é mostrar que Jesus Cristo conta com homens e mulheres transformados”.

Ele também alerta pela presença de dificuldades na caminhada cristã: “As adversidades são parte essencial do nosso crescimento com Cristo. Se não tivéssemos adversidade, a Igreja não teria a qualidade espiritual que tem hoje.” E complementa que o objetivo é que dependamos de Cristo, como fica evidente no versículo 5 do capítulo 15 de João: Porque sem mim nada podeis fazer”.

Por último, o Pastor falou que a missão do Reino do Senhor vale a pena, que o resultado certo é a transformação do homem, e que Jesus sempre estará presente. Ele concluiu: “Cristo não disse ‘vocês estarão comigo’, mas ‘vocês estarão em mim’”.

A 62ª EBO seguirá amanhã com estudos durante o dia e haverá culto aberto a toda a Igreja durante a noite. O culto evangelístico será transmitido pela Rede Brasil através do Canal 14, além do canal IEADPEOFICIAL, no Youtube e Facebook.

Segundo dia da 62ª EBO: a ética cristã e a escolha do obreiro aprovado

O culto vespertino, desta 62ª Escola Bíblica de Obreiros, que acontece no Templo Central da Igreja Evangélica Assembleia de Deus, começou às 14h. As plenárias durante os dias são destinadas aos obreiros e esposas de ministros. Já os cultos à noite são abertos a todos os que desejarem estar na presença do Senhor e serem edificados pela Palavra de Deus.

A leitura foi feita em 2 Timóteo, capítulo 2.1-6.  O Pr. Paulo Cristovão louvou junto com a igreja os hinos congregacionais: Testemunhas de Jesus e Firmes nas Promessas. O primeiro estudo foi ministrado pelo Pr. Daniel Nunes, presidente da AD em Campina Grande (PB), com o tema: “O obreiro aprovado e o amor pelas ovelhas”. O pastor destacou que o obreiro aprovado é aquele que o seu eu já morreu, assim como o apóstolo Paulo.

Já a segunda plenária foi transmitida pelo Pr. José Carlos de Lima, Presidente das Assembleias de Deus no Estado da Paraíba. “Escolhendo homens aprovados para o ministério” , foi o tema escolhido. Durante a ministração, foi frizado as obrigações e cuidados necessários na escolha de um obreiro, levando em consideração os conselhos Bíblicos, baseado em 1 Timóteo 3.1-13.

 

Já o Pr. Douglas de Almeida Baptista, líder da Assembleia de Deus de Missão do Distrito Federal, ministrou sobre ‘O relativismo Cultural e suas implicações na ética Cristã’. Ao término da mensagem, o pastor destacou o compromisso que devemos ter com vida cristã e a Palavra de Deus: “Sirvamos a Deus com verdade, não relativizemos a Verdade. Somos chamados para ser atalaias nessa última hora, somos arautos do Rei e a relativização de Deus não terá vez nos púlpitos das Assembleias de Deus porque o povo desta igreja tem compromisso com Senhor e com a Palavra”, concluiu.

O culto terminou por volta das 17h. Também foi realizada uma homenagem aos pastores de outros estados que participaram como preletores desta edição histórica, assim como dos pastores locais, neste ano de centenário. Durante o culto da noite haverá transmissão ao vivo pela Rede Brasil de Comunicação, a partir das 18h30.

Começam estudos da 62ª edição da EBO

A primeira manhã de estudos da Escola Bíblica de Obreiros (EBO) deste ano começou com um devocional marcado pela oração e louvor. Logo depois, foi dado início a plenária que foi ministrada pelo Pr. Orisvaldo Nunes, presidente da AD em Alagoas e da Convenção de Ministros da Assembleia de Deus no estado de Alagoas (COMADAL).

Ele falou sobre o tema: O obreiro aprovado como modelo de excelência espiritual da Igreja, baseado no texto contido em 2 Tm 2.15. “Procura-te apresentar aprovado ao Senhor porque a Igreja dEle merece o melhor”, afirmou Pr. Orisvaldo.

Logo depois do intervalo, uma nova plenária aconteceu, desta vez com a preleção do Pr. Martim Alves da AD-Rio Grande do Norte. O ministro abordou a formação de novas gerações de obreiros, da necessidade de manter a doutrina e outros temas. “A boa doutrina, forma bons usos e costumes”, afirmou.

Fazendo uma alusão ao processional de abertura do culto na Arena de Pernambuco pelo Centenário da IEADPE, Pr. Martim frisou que o Senhor permanecerá chamando homens que continuem levando o legado da Assembleia de Deus. “Deus sempre vai levantar homens capacitados e fieis que vão levar esta tocha até Jesus voltar”, ministrou.

A terceira plenária ficou sob a responsabilidade do Pr. Esequias Soares, Presidente da AD-Jundiaí/SP. O tema da palestra foi: “Como a fidelidade do texto Bíblico foi preservada através dos séculos”. Ele falou sobre a Bibliologia, passando por temas como inspiração divida, e na questão das traduções das Escrituras para variados idiomas. De acordo com o ministro, a Bíblia já existe hoje em 3.324 línguas.

No final da manhã, o Pr. Presidente Ailton José Alves, entregou uma medalha de honra comemorativa pelos 100 anos da IEADPE a todos os missionários e pastores setoriais. Os preletores da EBO também receberam uma placa comemorativa e um exemplar do livro Assembleia de Deus em Pernambuco: Um século de Pentecostes.

Vinte anos apascentando o rebanho do Senhor em Pernambuco

Um dia após a Celebração do Centenário da IEADPE, a 62ª Escola Bíblica de Obreiros no Templo Central teve prosseguimento com a celebração de um culto de agradecimento a Deus pela vida e pelos 20 anos de pastorado do Pastor Presidente Ailton José Alves.

Na abertura do culto oficial foi realizada uma homenagem em vídeo, lembrando do que Deus fez e continua fazendo através do ministério do Pastor Ailton José Alves desde que assumiu a responsabilidade da CONADEPE e da Igreja Assembleia de Deus em Pernambuco, em 6 de Outubro de 1998.

Durantes duas décadas de gestão, foram inaugurados mais de 1.010 templos e 362 foram reformados, incluindo o Templo Central. Também teve início a Fundação Aio de Educação e Assistência Social, que atende a mais de três mil crianças através do Projeto Samuel na Região Metropolitana do Recife. E a Rede Brasil de Comunicação, que nasceu na rádio AM como ‘Rádio Boas Novas’ e atualmente possui dezenas de retransmissoras na rádio FM e na TV. E hoje, apenas no Grande Recife, a Igreja realiza cerca de 300 Cruzadas Evangelísticas por ano, com a salvação de milhares de almas.

Durante o culto, órgãos de louvor do Templo Central participaram, deixaram suas palavras de gratidão e entoaram hinos ao Senhor.

O Pastor Presidente da Assembleia de Deus no Rio Grande do Norte (IEADNERN), Martin Alves da Silva, fez a leitura da Palavra no Salmo 112: “Louvai ao SENHOR. Bem-aventurado o homem que teme ao SENHOR, que em seus mandamentos tem grande prazer”.

Dezenas de representantes de vários estados do Brasil e do exterior estiveram presentes. Entre os vários que transmitiram sua admiração e carinho pelo Pastor Presidente, estiveram o Pastor Presidente das Assembleias de Deus na Espanha, Juan Carlos Escobar; o Pr. Joel Freire, Pastor Presidente da CONFRADEB; o Pr. José Carlos, Presidente da União de Ministros das Assembleias de Deus do Nordeste (UMADENE); e o Pastor Presidente da Assembleia de Deus em Alagoas, José Orisvaldo, representando o Pastor Presidente da CGADB Wellington Jr.

Já no final, a irmã Judite agradeceu a Deus pela vida do esposo e comentou que o casal sente que está sendo carregado pelas orações da Igreja. Em seguida, o Pastor Presidente expressou que não tinha nada a reclamar, só a agradecer ao Senhor. Lembrou de sua chamada e do período que sua família passou no campo missionário. E complementou: “Se a Igreja não velasse por nós, não estaríamos aqui”.

A 62ª EBO seguirá até o sábado 27, com estudos pela manhã e à tarde destinados a obreiros de todo o Estado. As esposas de pastores, evangelistas e presbíteros poderão participar das plenárias e da reunião da União de Esposas de Ministros das Assembleias de Deus em Pernambuco (UEMADEPE), que acontecerá na sexta-feira (26), das 8h às 17h. E à noite, haverá cultos festivos para toda a igreja.

 

Milhares de assembleianos se reúnem na Arena Pernambuco para agradecer a Deus por 100 anos da IEADPE

Cem anos de história! Chegou o dia mais aguardado pelas famílias assembleianas do estado de Pernambuco. E foram exatamente 367 dias de espera desde a abertura das comemorações pelo centenário da IEADPE, até o evento do dia de hoje, que aconteceu com um planejamento e organização impecáveis.

E o dia começou cedo na Arena de Pernambuco. Aliás, foram dias de preparação pré-evento. Em algumas vezes até meses, como no caso do Grande Coral do Centenário, que este ano foi formado por 2.100 vozes, sob direção do maestro o Dc. Genilson Luis. Foram  dez meses de ajustes nas vozes, no repertório, na orquestra com mais de 200 músicos, e vários outros detalhes acertados durante os ensaios para que tudo ficasse perfeito, para a Glória de Deus.

“Esse ano tem 24 corais e a orquestra. Os ensaios eram em cada congregação. Os corais ensaiavam separadamente. E uma vez por mês nos reuníamos no Templo Central. E, na verdade, é uma fusão de ensaio, culto e congresso. Porque a presença de Deus era tão forte que o ensaio nunca foi um ensaio normal, como a gente está acostumado. Era um ensaio diferenciado. O Pr. Ailton Junior ou o Pr. Luiz Mário iam lá, faziam o devocional, no meio dos hinos a gente falava da Palavra de Deus e o coral se emocionava. Deus curou e até conversão houve nos ensaios”, declarou o maestro Genilson.

Além deste Coral, a organização do grande culto na Arena contou com uma equipe de mais de 3 mil voluntários, que atuaram na logística, segurança e recepção. A montagem da estrutura do palco, som, cadeiras e da conservação da grama aconteceu durante toda a semana. O irmão Junior Silva, da congregação em Novo Benfica foi um dos voluntários. “Nossa responsabilidade é com o coral e orquestra auxiliando quem tem dificuldade em se acomodar. Pra mim é uma alegria que enorme. E não é somente eu que estou trabalhando, mas minha esposa e minha filha também estão. E vai ficar na história. Pra nós que somos dessa igreja, é uma alegria sem comparação”, afirmou

Na programação, que começou com um pré-culto, às 13h, enquanto as caravanas iam se acomodando já se ouvia louvores e adoração. Levitas das congregações espalhadas por todo estado vieram cantar neste dia de celebração.

A abertura do culto oficial se deu em um momento tão emocionante quanto o ano passado. Primeiro foram prestadas homenagens aos pioneiros da IEADPE. Entre eles, Pr. Adenis Guerra, Pr. Eraldo Omena, Pr. Dário Tavares e Pr. Severino Almeida que contribuíram com o início desta obra. As famílias dos pastores que já presidiram a igreja centenária também receberam as homenagens. Foi entregue das mãos do Pr. Ailton José Alves, uma placa comemorativa a família do Pr. José Bezerra (que sucedeu o missionário Joel Carlson), do Pr. José Rosa, do Pr. José Amaro, bem como do Pr. José Leôncio. Num momento tocante onde os presentes puderam ver figuras como a Ir. Alice Inácio e Ir. Carmélia Leôncio, viúvas dos dois últimos pastores.

Depois das homenagens, um vídeo narrando a história da Igreja desde os tempos primitivos, passando pela chegada dos missionários, pelos pastores presidentes que antecederam o Pr. Ailton, até chegar aos dias de franco crescimento da igreja foi transmitido. A igreja também se alegrou com o processional de abertura da noite que impactou a todos com a simbologia da passagem da tocha para as futuras gerações, com a mensagem: o fogo arderá continuamente.

A Arena se transformou em um templo para adoração a Deus. Um clima espiritual tomou conta do lugar. A ministração da Palavra de Deus foi feita pelo Pr. Juan Carlos Escobar, Presidente da AD Espanha. E, baseado no texto contido no livro de Cantares de Salomão 2.4b, ele falou sobre o amor: “O mundo precisa de pessoas que construam pontes. Jesus te ama”, disse. E, confirmando a tradição pentecostal da Assembleia de Deus em Pernambuco, também houve salvação de 18 almas.

Mais uma vez, a IEADPE quebrou o recorde de público registrado na Arena. Foram contabilizadas mais de 56 mil pessoas. Deste público, além dos irmãos de várias congregações, áreas, filiais e setores espalhados pelo Estado – que foram trazidos por 1138 ônibus locados -, vieram também para o encerramento das comemorações pelo centenário, todos os missionários enviados pela Igreja para outros países, além de mais dezenas de pastores vindos de todo o Brasil.

O presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB) também veio prestigiar a celebração. De acordo com ele a igreja deve agradecer porque Deus tem feito prosperar as Assembleias de Deus no Brasil. “Nós agradecemos ao Senhor Deus porque Ele tem feito prosperar nossa igreja no Brasil. Não somente aqui no norte/nordeste, mas todo o Brasil. Nós podemos ver que as celebrações estão cada vez mais contundentes, porque o sentimento do povo assembleiano é a felicidade e a alegria de ser alcançado pelo evangelho pentecostal, e de estar servindo ao Senhor nesta igreja. Nós temos orgulho de ser assembleianos. Os 99 anos aqui foi maravilhoso, e eu fiquei pensando: o que será que vai vir de novidade? E aconteceu de melhor foram as almas se rendendo aos pés do Senhor. Isso é o resultado e a premiação do trabalho que foi realizado”, declarou o presidente da CGADB.

E, mais outra vez, Deus surpreendeu a Sua Igreja. Durante este ano foram realizadas sete celebrações pelo centenário nas cidades de Petrolina, Caruaru, Goiana, Ouricuri, Garanhuns e Custódia onde mais de mil pessoas entregaram suas vidas a Jesus. Em comemoração pela data também foi lançado um livro histórico Cem Anos de Pentecostes, a Bíblia com encarte comemorativo e uma exposição que está aberta a visitação no terraço do Templo Central. Tudo feito para registrar o legado que esta igreja vem construindo ao longo de todos os anos.

Quem imaginaria que o trabalho de um casal de missionários suecos fosse dar tantos frutos? Atualmente, a IEADPE conta com mais de milhares de membros. São tantos que não cabem no maior espaço para eventos do estado. E não caberiam em nenhum do país e do mundo. Hoje esta igreja mostrou que é uma luz para o mundo  e que o segredo é manter a chama pentecostal acesa. As comemorações pelo centenário encerram aqui, mas os legado vai ser levado por gerações, até a volta de Cristo.

Centenário, o dia esperado chegou

A expectativa em torno do Centenário da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Pernambuco(IEADPE), tem sido muito grande. Vários irmãos estão se preparando desde antes da abertura do ano centenário, realizada ano passado, também na Arena de Pernambuco, em outubro de 2017.

     As pessoas começaram a chegar, aos poucos, desde a manhã. Caravanas vindas de várias cidades doEstado estão marcando presença.

    Mas, antes mesmo que a Arena começasse a encher, o Grande Coral do Centenário já estava presente. Este ano são mais de 2100 vozes e 200 músicos, apesar deste ter a mesma quantidade de corais, 24, em comparação a abertura, a quantidade de coristas aumentou em mais de 500 componentes.

       Segundo o maestro Genilson, coordenador do Coral do Centenário, a escolha dos corais não foi baseada apenas na qualidade vocal, três critérios foram levados em consideração: técnico, logístico e representativo. A intenção é de que, além da boa qualidade musical, corais de diferentes congregações de Região Metropolitana do Recife, e algumas filiais no interior participassem, também levando em consideração a viabilidade de deslocamento.

     Uma das coristas, é a irmã Ivanilda, a regente mais antiga, ainda atuante, da IEADPE. Há 49 anos ela tem servido a Deus, como maestrina de corais. Atualmente Ivanilda coopera na Congregação em Timbi e relatou a imensa alegria de participar deste momento, se sentindo honrada por fazer parte dessa história, servir ao Senhor, e ainda poder ser uma das 2100 vozes que irão cantar hoje.

    O Culto Introdutório começou às 13h50, após a saudação e oração realizada pelo Vice Presidente da IEADPE, o Pr. Ailton Júnior. Além da equipe de louvor, vários cantores participaram deste momento.

      Ev. Lourival esteve dirigindo este primeiro momento. Às 15h, o recorde de participantes na Arena Pernambuco já havia sido ultrapassado, tendo 53 mil pessoas no local, maior público presente no Estádio.