A Doutrina Bíblica que auxilia na comunhão com Deus 

Já estamos no terceiro dia deste 37º Congresso de Jovens, mas hoje foi dado início as manhãs de estudo. E, para cultuar e aprender mais sobre a Palavra de Deus, vieram ao Templo Central da IEADPE jovens vindos de todas as partes do estado. Podíamos encontrar jovens de Caruaru, Brejo da Madre de Deus, Tamandaré, Sirinhaém, Lagoa do Carro, Abreu e lima, Petrolina e também vindos da região metropolitana do Recife, como as áreas 22, 23, 24, 19, 51 e 45. 

Como de costume, após o momento de oração, as caravanas deram início ao culto louvando ao Senhor, e o momento mais esperado logo em seguida foi a ministração da Palavra de Deus. 

O preletor desta manhã (30) foi o Pr. Isaac Silva, que tomou como base os textos de Deuteronômio 32.1-2 e Atos 2.42 para ministrar o estudo “A importância da doutrina Bíblica para nossa vida”. 

O pastor discorreu sobre como a leitura da Palavra de Deus é benéfica para a vida do cristão, gerando nele bons costumes e comportamentos irrepreensíveis. Ele também falou sobre suas experiências com a leitura da Bíblia que o levaram para mais próximo de Deus e aconselhou os jovens a manterem este hábito para glória de Deus. “Deus me deu uma fome da Palavra que não consigo ser saciado. Se você não tem fome de Bíblia peça a Ele”, afirmou. 

Durante o estudo, Pr. Isaac também falou sobre vários aspectos teológicos e doutrinários, como a diferença entre costume e doutrina Bíblica, e ressaltou que a leitura devocional e dedicada é imprescindível para quem deseja pregar a Palavra de Deus, porque a Bíblia é o único livro que se lê com a presença e aproximação do autor. “A doutrina nos leva a um relacionamento mais íntimo com Deus. Nossa intimidade é ampliada a partir da nossa aproximação com Deus”, ministrou. 

Mais 

O estudo desta manhã chegou ao fim, mas hoje à noite, a programação do Congresso continua com o culto evangelístico. Muitos jovens já estão aqui para a noite, e você e sua família, caso não consigam vir ao Templo Central também podem acompanhar o culto através da Rede Brasil de Comunicação e do ADNEWS. Acompanhe-nos! 

Vigiai, é tempo de Decisão

Esta sexta-feira, 29, foi marcada pela presença de Deus. Milhares de jovens estiveram presente neste segundo dia do 37º Congresso de Jovens, no Templo Central da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Pernambuco. O culto introdutório foi iniciado às 17h30, além dos hinos congregacionais, algumas caravanas também louvaram.

Durante o Culto Oficial, iniciado às 19h, alguns cantores louvaram ao Senhor, assim como o Grande Coral de Jovens e o Coral Jovem do Templo Central, ambos formarão durante todos os dias do congresso. O Coral de Preletores também formou durante a noite, cantando o hino “Adorarei” que diz: “Ninguém vai me calar, Te adorarei. Está em meu DNA, Te adorarei. Ainda que tirarem minha vida, quando chegar aí no céu, Te adorarei”.

O tema da edição do Congresso de Jovens em 2018 é: “Vigiai, o Senhor virá”, baseado no trecho Bíblico encontrado em Mateus 24:36-42.  “Mas daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos do céu, mas unicamente meu Pai. E, como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem. Porquanto, assim como, nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, E não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do homem. Então, estando dois no campo, será levado um, e deixado o outro; Estando duas moendo no moinho, será levada uma, e deixada outra. Vigiai, pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor”.

A Palavra foi ministrada pelo Ev. Walber Gustavo, o tema: “Vigiai, é tempo de decisão”, com base Bíblica em Joel 3.13 e 14, impactou os jovens tanto quando o obreiro destacou a mensagem escatológica, enfatizando que o vale da decisão se referia ao período da Grande Tribulação, como quando o ministro, usado por Deus, balançou os jovens ao falar sobre a decisão que cada um tem que tomar, de se voltar e se quebrantar perante o Senhor.

“Diante da proclamação deste juízo todos deveriam temer, tremer e se perturbar […] Pois ninguém precisa ensinar a Deus a fazer Justiça”, enfatizou. O ministro também lembrou que o Senhor é aquele que estabelece e retira reis, que dá sabedoria aos sábios, que revela o escondido e com Ele mora a Luz.

O Ev. Walber ressaltou que: além dos jovens estarem no tempo da decisão, eles precisam tomar uma decisão urgente. “Nós estamos no vale da decisão e é necessário que os jovens dessa igreja tomem urgentemente, a decisão certa”, pontuou. E entre as decisões ele salientou duas que foram: “Convertei-vos a mim de todo o vosso coração, rasgai o vosso coração e não as vossas vestes”, e continuou: “E não é depois desse congresso, é hoje. Deus exige urgentemente que nós voltemos para Ele. Porque Deus não aceita o coração dividido entre Ele e qualquer outra coisa ou pessoa. Deus não aceita divisão”. E a segunda que foi um quebrantamento verdadeiro.

“‘Até quando coxeareis entre dois pensamentos’, ou é tudo ou é nada, se decida. Volte o teu coração totalmente para mim, assim como fez Daniel, faça nesta noite e não só nesta noite ou congresso, o propósito tem que ser para toda a vida”, bradou.  “É tempo de se quebrantar aos pés de Jesus e é só assim que o Senhor derramará o avivamento sobre nós […] Rasgai o vosso coração e não somente as vossas vestes, não fique na superfície mas que entre as profundezas do corpo”, finalizou.

Ao término da mensagem, vários jovens se aproximaram do púlpito, vários receberam o batismo no Espírito Santo, assim como vidas se entregaram aos pés de Jesus.

 

 

Começa o 37° Congresso de Jovens: “Vigiai, é tempo de estar atento”

A abertura do 37º Congresso de Jovens aconteceu nesta quinta-feira (28), no Templo Central da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Pernambuco (IEADPE), em Santo Amaro, área central do Recife. Este ano, o evento traz o tema: “Vigiai, o Senhor virá”, baseado em Mateus 24:42.

Após o culto introdutório e os hinos congregacionais, o Grande Coral de Jovens, composto este ano por cerca de 870 vozes e 80 músicos, cantou em adoração ao Senhor. Em seguida, o Coral Jovem do Templo Central e os cantores convidados também receberam oportunidade para louvar ao Senhor.

A leitura oficial foi realizada pelo Pr. João Marcos Fernandes. Logo depois, o Pr. Sérgio Correia fez uma oração apresentando a Deus o Congresso e agradecendo pela Palavra.

A ministração foi feita pelo Ev. Sinval Rodrigues. Ele trouxe o subtema: “Filhinhos, é já a última hora”, baseado em 1 Jo 2:18-20: “Filhinhos, é já a última hora; e, como ouvistes que vem o anticristo, também agora muitos se têm feito anticristos, por onde conhecemos que é já a última hora. Saíram de nós, mas não eram de nós; porque, se fossem de nós, ficariam conosco; mas isto é para que se manifestasse que não são todos de nós. E vós tendes a unção do Santo, e sabeis todas as coisas.”

O Ev. Sinval iniciou a pregação destacando algumas características de João, também conhecido como ‘o apóstolo amado’ e como aquele que deitava sua cabeça nos ombros de Jesus.

Ao escrever aquela carta, João se mostra preocupado por alguns comportamentos que fugiam da vontade de Deus no seu tempo, e o apóstolo constata aquelas atitudes como prenúncios do fim dos tempos.

Estes comportamentos se caracterizavam pela apostasia, o desvio da doutrina de Cristo, e pela tentativa de influenciar os cristãos a seguir o mesmo caminho. O Evangelista fala então da proximidade do fim, e da presença do mesmo comportamento entre nós, e lembra aos jovens: “Vigiai, é tempo de estar atento.”

Em seguida, o preletor deu o exemplo de Balaão, um adivinho que foi contratado para amaldiçoar o povo de Israel, mas que não conseguiu fazê-lo, porque Deus cuidava do povo. E enfatizou que o mesmo Deus também está com a juventude da Igreja hoje e portanto nenhum apóstata ou Anticristo poderá lhes atingir.

O Evangelista encerrou ressaltando a vida de Neemias, encarregado da reconstrução do templo em Israel que sofreu oposição de alguns do seu próprio povo. Mas que seguiu firme no Senhor, e conseguiu terminar a obra.

Ao final do culto, uma jovem se entregou a Cristo.

Caravanas vindas das cidades de: Aliança, Araçoiaba, Chã de Cruz, Chã Grande, Pombos, Vicência, São Lourenço da Mata (Setor-02), Moreno (Setor-03), Ipojuca (Setor-08) e Abreu e Lima (Setor-11) participaram da abertura nesta quinta.

Até o domingo (01), o Congresso terá uma programação que contará com cultos festivos, estudos e Manhã Missionária. Amanhã a programação continua com a transmissão da Rede Brasil através do Canal 14, além do canal IEADPEOFICIAL, no Youtube e Facebook.

Missão que transpassa o território e o tempo

O trabalho missionário em Moçambique foi iniciado quando o Pastor Presidente José Leôncio enviou o pastor Raimundo Ramos e sua família para o país em 1996. Lá, eles se encontraram com várias dificuldades. Desde questões sociais que envolvem a miséria, até o medo e trauma da guerra civil, encerrada apenas quatro anos antes. A família do Pr. Paulo Pereira foi a segunda a ser enviada, e foi seguida pela família Gila, com os missionários Pr. Gerson, a irmã Vera e os filhos, que cooperam naquela obra hoje.

Ao longo desses anos o trabalho tem crescido, não somente em quantidade, mas principalmente, na graça e conhecimento do Senhor. O templo sede está em Nampula, capital da província de mesmo nome, e há outras 38 congregações em aldeias.

A estrutura do templo sede em Nampula possibilita, por exemplo, que as aulas da EBD sejam divididas em classes. Mas, nas aldeias, o trabalho é realizado durante o dia, pela escassez de energia elétrica.

A missão em Moçambique tem similaridades e diferenças com a Igreja-mãe em Pernambuco. Nas congregações é possível ir à Escola Bíblica Dominical (EBD) e ao Círculo de Oração. Além da Campanha Evangelizadora que sai ao campo às 8h30 nos sábados, enquanto as crianças participam do Círculo de Oração Infantil, e conta com atividades intensivas para continuar alcançando os povos daquela região.

Nas quartas-feiras acontece o Culto de Oração, nas quintas pela manhã o Círculo de Oração, no mesmo dia à noite o Culto em Inglês e na sexta-feira, o Culto de Doutrina. Além desses, no primeiro sábado do mês, o Culto de Santa Ceia do Senhor é realizado no templo sede. E os irmãos também encontram tempo para participar das consagrações, vigílias, congresso de mulheres e aniversários dos corais.

Alguns corais da missão moçambicana têm um modelo semelhante ao do Brasil, tal como o de jovens. Mas há algumas particularidades nacionais, como o uso de vários idiomas na adoração. Um dos corais canta em inglês e há órgãos que cantam em dialetos, como em Macua; e irmãos refugiados de países como Congo e Burundi glorificam ao Senhor através do Suaíle, podendo assim alcançar outros refugiados.

Percebemos que além do amor que o Pr. Gerson demonstra pelos moçambicanos, há um carinho ainda mais especial ao falar sobre o trabalho das Campanhas Evangelizadoras em cada templo e dos frutos por elas alcançados. Também é perceptível a gratidão ao Senhor pelo trabalho confiado a ele e sua família em ambas as ocasiões no país. Sim, em ambas, pois a família regressou ao Brasil em 2009, quando o missionário Joab Lourenço e família prosseguiram com aquele trabalho, e regressaram a Moçambique em 2014, novamente correspondendo à promessa de Deus.

O Pr. Gerson Gila explicou que nem ele nem a esposa nutriam a esperança de voltar a Moçambique, mas que em 2014 o Senhor reativou a chama por anunciar o evangelho naquele mesmo país e no mês de julho voltaram à África. Mas desta vez as necessidades eram outras.

O pastor relatou que antes uma das maiores dificuldades era a de formar obreiros, especialmente porque muitos não sabiam ler; mas que hoje, graças a Deus, eles podem ler e escrever, o que contribui na expansão do evangelho e no aprendizado da Palavra. Por isso, nesta segunda vez, há uma formação intensiva para líderes que permite o envolvimento de mais irmãos das congregações, tais como jovens. Mas, em ambas as ocasiões, eles se veem impulsionados a trabalhar mais, pois apesar do impacto negativo da idolatria e da feitiçaria naquele país, eles veem as Boas Novas de Salvação florescendo naquele lugar.

“Quando eu oro ao Senhor, digo a Deus que não tenho palavras para agradecer a Ele por ter confiado em mim e na minha esposa o privilégio de sermos enviados para fazer um trabalho tão nobre e de tão grande responsabilidade, que é anunciar a Jesus a pessoas de outra cultura. E fico ainda mais grato a Ele quando eu posso presenciar o poder restaurador do evangelho de Cristo na vida dos meus irmãos moçambicanos. Não tem preço, não temos palavras que expressem” conta ele.

O Pr. Gila também falou da esperança e expectativa que sente ao pensar que encontrará no céu, adorando junto com o Cordeiro, os povos das diferentes etnias, inclusive os alcançados pela missão em Moçambique.  E finalizou expressando a gratidão que sua família e os irmãos moçambicanos têm ao Pastor Presidente e a Igreja em Pernambuco por serem instrumentos cruciais de Deus na realização desta missão evangelística transcultural. Por isso, além da mensagem de agradecimento e de todo o trabalho realizado, ele diz que a oração e a intercessão devem permanecer para que mais pessoas sejam alcançadas e resgatadas pelas palavras que produzem vida eterna.

_______________________

* Publicado originalmente no Adnews 69 (Dezembro/2017). 

Até onde ir na onda das redes sociais?

Apesar de ser uma invenção recente, a internet ganhou um alcance gigantesco e as ferramentas de comunicação online se multiplicam a cada dia. Nomes como Instagram, Twitter, Facebook e Whatsapp são tão familiares à geração atual como Coca-Cola foi à anterior.

O YouTube, por exemplo, possui mais de um bilhão de usuários, quase um terço de todos os usuários da internet. E todos os dias, bilhões de horas de vídeos são acessadas na plataforma.

Existem vários tipos de canais no YouTube: generalistas, educativos, humorísticos, religiosos, culinários, jornalísticos, musicais, entre outros. Mas o internauta também pode encontrar conteúdos que incentivam a violência, o preconceito e a xenofobia. Com tantas oportunidades ao alcance da mão é preciso estar atento às armadilhas e às oportunidades.

Segundo o Especialista em Comunicação e Marketing para Mídias Digitais, Iran Pontes, o uso de ferramentas como o YouTube não é meramente passageiro, mas possui uma forte ligação com o marketing e com o lucro financeiro. Para ele, que também é fundador do Blog Design Culture e Coordenador do Curso de Design Gráfico da Faculdade IBRATEC em Recife, quem se interessa em ser youtuber ou blogueiro precisa antes de tudo se preparar, saber se o projeto pode ou não dar certo e não desistir. Iran explicou que antes de ser fundador de um Blog premiado no Brasil e no exterior, teve duas tentativas de blogs sem sucesso.

Para o especialista, a internet é um excelente meio de divulgação de marcas e pessoas, o que também abre portas para o ingresso no mercado de trabalho, novos relacionamentos e o desenvolvimento de novas habilidades. Mas ele destaca que alguns malefícios também podem ser produzidos, como o abandono da vida off-line, e questões relacionadas à privacidade e crimes cibernéticos. Por isso, o blogueiro sugere que os jovens fujam de canais, blogs e páginas que estimulem a violência, pornografia, depressão, vícios ou atitudes radicalistas.

A divulgação de conteúdo no YouTube envolve com frequência boas motivações, mas nem sempre o seu desenvolvimento é o adequado.  É muito comum publicarem vídeos repletos de opiniões pessoais sem conhecimento no assunto tratado. E como a espontaneidade é uma característica marcante de vários canais, se termina gravando algo diferente do planejado. Aí também mora o perigo, pois as ideias expostas pelos youtubers influenciam sutilmente o público, que muitas vezes não percebe. E se antes as opiniões eram formadas pela família, professores, instituições religiosas e mídia; hoje os influenciadores digitais ganharam espaço e podem ser enquadrados como formadores de opinião.

Para Iran, os formadores de opinião devem ser cautelosos, imparciais e terem cuidado com o que afirmam para não denegrir a imagem de outras pessoas ou serem processados por isso. Além do risco de difundir informações falsas.

Um ramo que está se desenvolvendo e tem ganhado cada vez mais atenção é o de canais evangélicos. Eles são usados como uma ferramenta para falar de Jesus ao público jovem e de tratar de temas comuns ao mundo evangélico. O influenciador digital cristão precisa pensar sobre o alcance que suas publicações têm e saber defender sua fé com convicção.

Tudo que está ligado à internet ainda é novidade e seu uso precisa ser feito com cuidado e moderação. Há claros benefícios, mas também malefícios atribuídos ao uso das novas tecnologias. O tempo dos cristãos nas redes sociais deve ser usado de forma sábia e a internet deve servir de instrumento para a propagação da glória de Deus através do testemunho fiel.  

OPINIÃO: Cristo é o modelo do jovem cristão

Nos últimos anos, o mundo vem assistindo a uma crescente onda de blogueiros, youtubers, e personalidades da internet extremamente jovens e com um volume de seguidores que causaria inveja a qualquer líder fanático de seita religiosa. De fato, no universo da Web pode-se encontrar tanto a bênção como a maldição. O problema é que, entre aqueles bem intencionados, encontram-se também os que, com frequência, cometem equívocos ao expressarem suas opiniões, em decorrência da pouca ou nenhuma experiência nos temas que procuram apresentar. Chega a ser preocupante como alguns destes “formadores de opinião” se aventuram a opinar sobre assuntos que não dominam o mínimo necessário para emitirem qualquer comentário. Vale destacar que cada “curtida” “like” ou compartilhamento dos que seguem este tipo de informação, promove a difusão de idéias que beiram o ridículo o absurdo!

Em realidade este fenômeno não é novo. A Bíblia nos apresenta, no primeiro livro dos Reis, alguém que comprometera seu futuro por não saber escolher corretamente a quem deveria dar ouvidos. Roboão era jovem e estava diante de uma grande responsabilidade. Seu pai falecera e, naquele momento, o novo líder tinha diante de si a tarefa de conduzir, nada mais nada menos que a nação de Israel (1 Re 12). O problema encontrava-se no fato de que Roboão, ao ser inexperiente, precisava ouvir as pessoas certas, a fim de decidir o melhor caminho para si e para o povo. Lamentavelmente, ele preferiu atender aos conselhos de seus “companheiros” jovens e como resultado, o reino terminou por dividir-se, havendo a maior parte seguido a Jeroboão, filho de Nebate, em um processo irreversível de idolatria. Deus havia predito esse acontecimento, mas o estopim foi a imprudência deste jovem.

Infelizmente, a sociedade de uma forma geral e, especificamente os jovens, têm cometido o mesmo erro. Ao seguirem páginas, blogueiros ou youtubers que, em muitos casos, expressam verdadeiras tolices, entram pelo mesmo caminho de Roboão e, comprometem suas decisões futuras por não atentarem para o referencial adequado.

Quando Cristo não é tido como paradigma, é fácil dar atenção a qualquer asneira que se propaga no mundo virtual. Mas se Jesus é o referencial, dificilmente alguém irá curtir, compartilhar ou seguir qualquer coisa que esteja fora do contexto da Sua Palavra. Afinal, quem conhece os princípios estabelecidos pelo Senhor, saberá examinar tudo, retendo apenas o que é proveitoso (1Ts 5.21).

Roboão provavelmente havia deixado de ver o pai como exemplo, em virtude da conduta pecaminosa de Salomão na velhice. Talvez isso o motivou a buscar conselhos no mais jovens, mas isso não justifica o erro. Quando temos Jesus como nosso exemplo maior e nos colocamos como seus verdadeiros seguidores, “curtiremos” e compartilharemos Sua Palavra mais do que qualquer outra coisa!

Ev. André Alencar

_______________________

* Publicado originalmente no Adnews 71 (Fevereiro/2018). 

Culto de Missões é realizado na Área 21

A congregação de Terminal Chã de Alegria, na Área 21 (Bomba do Hemetério), realizou no dia 10 de junho o seu Culto de Missões.

Tendo em vista o Centenário da Igreja, foi apresentado durante o culto o trabalho missionário da Igreja Evangélica Assembleia de Deus (IEADPE) em todo o mundo, com destaque para a África do Sul como país em foco. 

Após quatro dias de congresso, mulheres assembleianas saem com a fé fortificada

O último culto deste 17º Congresso de Mulheres ficou marcado na história de muitas mulheres. Depois de três dias especiais na presença de Deus, elas começaram o culto entoando ao Senhor o louvor “Tu és fiel, Senhor” e agradecendo a Deus por Seus maravilhosos feitos durante esses dias.

Adoraram também a Deus os cantores Théo Santos, Joquebede, a dupla Canção & Louvor e Miriã Mical, bem como o Grande Coral de irmãs formado por cerca de 700 mulheres.

Após o momento de louvor, a hora mais esperada do culto, a ministração da Palavra de Deus, ficou por conta do evangelista Elisjanai Carlos, que pregou sobre o tema: “Mulher de fé em tempos de desafio”, e abordou alguns dos desafios contidos na Bíblia que estão sendo cumpridos nos dias de hoje, como a educação dos filhos, a dificuldade no relacionamento familiar, a crise espiritual, moral e financeira, o aumento do pecado a apostasia da fé e os movimentos sociais que atacam a Palavra de Deus.

O ministro fez questão de enfatizar que as mulheres sempre foram amadas por Deus, no entanto, após a atitude de Eva que levou o pecado ao homem, as antigas tradições começaram a minimizar  o papel das mulheres. Mas Deus, com sua graça maravilhosa, interviu na história da mulher e tornou a exaltá-las. “Deus levanta mulheres como Abigail, Ester, Sara, Sunamita, Ana Profetiza, Marta e Maria, unindo trabalho e devoção a causa do Senhor”, disse.

A igreja sentiu o poder de Deus e foi impactada pelo Espírito Santo que continuou falando poderosamente através da Palavra. “Foi Deus quem levantou as mulheres e disse: vai ser rainha, juíza, profetiza, só não sacerdotisa. O Espírito Santo começou e ainda está despertando um grande exército. Essas mulheres que estão aqui farão parte deste exército”, ministrou, salientando que foram as mulheres quem estiveram sempre do lado de Jesus nos momentos de maior sofrimento, também foram elas as pioneiras na história da IEADPE, sendo uma mulher a primeira crente batizada com Espírito Santo no Brasil, bem como a fundadora do Círculo de Oração.

Ao final da ministração da Palavra de Deus, em um momento de agradecimento, a coordenadora geral do Círculo de Oração da IEADPE, irmã Judite Alves louvou ao Senhor por tudo o que aconteceu durante os quatro dias de evento. “Houve curas, batismo com Espírito Santo e salvação de almas”, afirmou.

Para coroar o trabalho duas vidas se renderam aos pés de Cristo e entregaram suas vidas a Ele. E como afirmou o Pr. Presidente da IEADPE, Ailton José Alves, este Congresso deixará saudades.

Congresso de Mulheres

A 17º edição do Congresso de Mulheres foi iniciado no último dia 31 de maio e seguiu durante o final de semana. Caravanas de várias partes de Pernambuco, além de estado vizinhos vieram como de costume prestigiar o evento e aprender mais do Senhor.

A programação do Congresso envolveu estudos, devocionais, louvores, adoração e pregação da Palavra de Deus, no evento que não segue o dia inteiro praticamente sem intervalo, com toda a força, ânimo e devoção peculiares às irmãs que formam o Círculo de Oração da IEADPE.

“Adoração é a atitude de quem ama a Deus, é impossível amá-lo e não adorá-lo.”

A noite do terceiro dia do 17° Congresso de Mulheres foi de grande benção para todos os presentes. O culto oficial iniciou às 19h, após um momento devocional com mensagens, hinos e testemunhos.

Durante o culto, as irmãs e irmãos presentes tiveram a oportunidade de adorar ao Senhor com os hinos congregacionais. Logo depois, alguns corais também tiveram seu momento de louvor. Entre eles, grupos de irmãs de Natal (RN), Maceió (AL), São Lourenço da Mata (Setor-02), Abreu e Lima (Setor-11) e Catende, no interior do Estado.

O Grande Coral de Mulheres, formado por 700 vozes, também entoou sua adoração ao Senhor com o Hino Oficial do Centenário, acompanhado da irmã Eliã Oliveira.

O Pr. João Severino Fernandes fez a leitura oficial em 2 Timóteo 1:1-5, texto-base do Congresso, que fala da boa influência que a vida de fé de Loide e Eunice produziram na geração seguinte.

A ministração da Palavra de Deus foi realizada pelo Ev. Josiel Soares com base em João 12:1-8. O tema da mensagem foi: “Mulher Cristã: Vida de fé que influencia por meio da adoração e do louvor”.

A personagem central da mensagem foi Maria, irmã de Lázaro, que adorou a Cristo com tudo o que tinha. “Adorar a Deus é uma atitude indispensável a vida de um cristão. Adoração é a atitude de quem ama a Deus, é impossível amá-lo e não adorá-lo”, disse o preletor.

Ele destacou o fato que Maria quebrou um vaso muito caro para aquela época, mas não viu seu proceder como desperdício, porque estava dedicando o unguento ao Amado. “Quem ama é impelido para a adoração. Não importa a circunstância, o cristão adora ao Senhor”, completou.

O pregador também descreveu como a fé está sempre acompanhada da adoração, e disse que isso fica claro na vida de Abraão, considerado como o pai da fé, e também o primeiro personagem que mencionou a palavra ‘adoração’ nas Escrituras.

Estiveram presentes no culto caravanas das filiais em Petrolina, São José da Coroa Grande, Nazaré da Mata e Toritama; dos setores 5 e 12 (Vitória de Santo Antão e Barreiros, respectivamente), e das áreas 4, 6, 16 e 20 do Grande Recife.

Este foi o penúltimo dia do 17º Congresso de Mulheres, que teve na programação devocionais, estudos, momento de testemunho e agradecimentos ao Senhor. Amanhã a programação continua com a transmissão da Rede Brasil através do Canal 14, além do canal IEADPEOFICIAL, no Youtube e Facebook.

Fé e influência para seguir agradando a Deus

Irmãs vindas de todo o estado de Pernambuco, bem como de estados vizinhos vieram oferecer o seu culto ao Senhor na tarde de hoje. Foram apresentadas caravanas vindas de Tejucupapo, Petrolina, Vitória, do estado de Maceió, entre outros. Todas animadas, trazendo consigo uma mensagem de Deus e um grito de Glória a Deus quando apresentadas.

Logo no início do momento devocional, o Senhor já selou algumas irmãs com o batismo no Espírito Santo e, avivadas, todas permaneceram na presença de Deus atentas aos louvores, aos agradecimentos pelos feitos do Senhor e a ministração da Palavra de Deus.

Esta última ficou sob a responsabilidade do Pr. João Marcos Fernandes, do Setor de Moreno, que ministrou com o tema: “Mulher Cristã: influenciando o meio onde vive”. Ele falou sobre a vida de Ester, que usou sua influência para defender o seu povo da extinção, cumprindo o propósito do Senhor. “Ester tinha convicção de que Deus iria agir. Temos que orar com essa convicção, porque Deus faz”, disse em meio à ministração.

Além disso, o ministro também falou sobre a influência de Joquebede na vida dos seus filhos Moisés e Miriam, que foi tanta ao ponto de o líder do povo de Israel quando cresceu não quis ser mais chamado de filho da filha de Faraó.

Em seguida, o Pr. Ailton Júnior ministrou o segundo estudo com o tema: “Mulher cristã: uma vida de fé que agrada a Deus”, baseado no texto bíblico de Hebreus 11.6.

Ele falou sobre a fé de Moisés e sua caminhada para agradar a Deus. Ensinou sobre os tipos de fé e as motivações que elas envolvem. “A motivação de Moisés foi tratada no meio do caminho. A fé se fortalece quando a nossa primeira motivação é agradar a Deus”, afirmou.

Após este estudo, um novo momento devocional deve ser iniciado, seguido pelo culto introdutório e o culto evangelístico que acontece logo mais às 19h.

A oração e o testemunho da Mulher Cristã

Neste terceiro dia do 17º Congresso de Mulheres da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Pernambuco (IEADPE), antes das 8h da manhã a nave do templo já estava cheia de congressistas, em sua maioria mulheres. Alguns vieram preparados para ficar até o culto da noite, buscando aprender e receber tudo o que Deus tem para revelar esses dias.

O devocional, dirigido pela Ir. Judite Alves e as irmãs Ledijane do Setor-12, Barreiros e Iraci Rodrigues, começou por volta da 8h15 e o estudo da manhã às 9h30. O escalado para ministrar a primeira plenária do dia foi o Pr. Jefferson Aleluia, com o tema: “Mulher Cristã: Vida de Fé que influencia por meio da oração”, baseado no trecho registrado em 1 Samuel 1.9-19.

Alguns dos tópicos abordados durante o estudo foram: “Vencendo um caso perdido através da oração” o pastor citou o exemplo de Ana, que no momento em que estava mais aflita foi buscar ao Senhor em oração. Outro tema também discorrido pelo obreiro foi “A maturidade de Ana”, por fim, o Pr. Jefferson enfatizou que o cristão precisa ser próximo a Deus, ter a sabedoria e inteligência espiritual para com isso ter uma vida que influencia através da oração.

Já o segundo estudo foi sobre a “Mulher Cristã: Vida que influencia pelo seu testemunho”, baseado em 2 Timóteo 1.5, ministrado pela Ir. Givanete Andrade de Santa Rita, Paraíba. “Testemunhar é conhecer as Escrituras e convencer as pessoas sobre o evangelho, testemunhar a salvação”, enfatizou.

Ao longo da Palavra ela ensinou sobre a importância e o significado do testemunho nas Escrituras, além da influencia do testemunho nas gerações. Ela destacou que é preciso ser coerente com a sua conversão e ter uma vida que seja um testemunho completo e pleno. O culto da manhã terminou por volta das 12h, mas a programação continua até o devocional da tarde, previsto para começar às 13h.