Mulheres cheias do Espírito Santo no terceiro dia do 13° Congresso de Mulheres

Muita adoração durante os estudo do terceiro dia do 13° congresso de Mulheres. Foto: Hércio Moraes-RBC

A tarde do terceiro dia do 13° Congresso de Mulheres, no Templo Central da IEADPE, Av. Cruz Cabugá – 29,  começou a todo vapor. Após uma manhã cheia do poder de Deus, com estudos que trouxeram os seguintes temas: Buscando a Santificação para os meus Lábios e Buscando a Santificação para minha Mente, ministrados respectivamente pelos pastores: Pr. Samuel de Oliveira, vice presidente da Conadepe e o Pastor Presidente da IEADPE, Ailton José Alves, as irmãs estavam renovadas e alegres por mais um dia de palavras vindas do céu.

Durante o momento de descanso, a irmã Sueli Xavier, vinda de Caruaru, expressou sua satisfação para com o congresso: “Todos os anos temos experiências diferentes, mas, tenho certeza que cada um é melhor que o outro”, falou e continuou, “A palavra que recebi pela manhã foi de grande importância para minha vida, eu vou levando uma reserva para mim” exclamou alegre.

Analisando os resultados do congresso é perceptível o agir de Deus no meio do seu povo. Testemunhos de curas, salvação e renovo é apenas parte das bênçãos do Senhor derramadas na igreja. A irmã Sueli Xavier, acima citada, conta que há três anos, veio ao congresso pedindo ao Senhor pela cura de uma amiga que se encontrava muito doente na UTI. Ela orou, e Deus concedeu o desejo do seu coração. “Hoje para glória do nome do Senhor, minha amiga está aqui conosco, louvando no Coral”, conta e conclui: “Deus é fiel e a cada ano, temos uma experiência nova para contar.

Pontualmente às 14h, começou o primeiro estudo da tarde. Ministrado pela irmã Judite Alves, coordenadora dos Círculos de Oração da IEADPE e esposa do Pastor Presidente Ailton José Alves, o estudo teve como tema: Buscando a Santificação para minha Família. Ela usou como exemplo famílias da Bíblia, e enfatizou a importância da santificação da mulher e mãe de família. “você é o agente santificador de Deus na sua família”, disse e prosseguiu: “Deus trabalha através do núcleo familiar”.

"Você é o agente santificador de Deus na sua família", irmã Judite Alves
“Você é o agente santificador de Deus na sua família”, irmã Judite Alves. Foto: Hércio Moraes-RBC

Ao final do estudo, a irmã Ivanilda Carneiro foi convidada para contar um testemunho que edificou a vida dos que estavam presentes. Os louvores continuaram e em seguida mais estudos.

O segundo estudo da tarde ficou por conta do Pr. Ailton Junior, Vice – Presidente da IEADPE e teve como tema: Buscando a Santificação para melhor servir ao Senhor.  O pastor leu a passagem bíblica na primeira carta aos Tessalonicenses 4.1-5, e falou que a santificação começa na nossa alma e na nossa mente, pois “A sua aparência é a fotografia da sua alma”, afirma e continua: “O nosso corpo deve ser usado para o que convém; para o que edifica, para a glória de Deus”.

"o nosso corpo deve ser usado para glória de Deus", Pr. Ailton Júnior
“o nosso corpo deve ser usado para glória de Deus”, Pr. Ailton Júnior. Foto: Hércio Moraes-RBC

Por volta das 16h50min o segundo estudo terminou, mas, a adoração não teve intervalo. As irmãs deram continuidade ao momento de intercessão e louvor, enquanto esperavam ansiosamente o culto da noite.

Durante o Congresso, uma equipe médica ficou de plantão. Os serviços contavam com aferição de pressão e primeiros socorros. Caso necessário o paciente seria encaminhado à emergência.  A equipe é formada por 15 irmãs: 6 médicas, 2 enfermeiras chefe e 8 técnicas em enfermagem. O atendimento acontece 24h por dia.

Atendimento médico.  Foto: Hércio Moraes-RBC

 

 

 

Santificar os lábios e a família são propósitos de Deus

Servir a Deus emociona

O Terceiro dia do 13º Congresso de Mulheres foi uma manhã de muita adoração para todos que chegaram ao templo central da Avenida Cruz Cabugá, 29. Foram caravanas de diferentes partes do Estado que vieram para adorar ao único que é digno de receber louvores: O Deus altíssimo.

As Pessoas chegaram de: Camela, Caruaru, Macéio – AL, Escada, Catende, Aldeia, Chão de Alegria, Cupira e de outros setores da IEADPE para glorificar a Deus. São cristãs que lotaram as dependências do templo.  Pouco mais de 8 mil irmãos e irmãs se reuniram para um verdadeiro culto que incluiu crentes até de Juazeiro-BA e Natal-RN.

Servas de Cristo como Carmem Lopes (68), equipe de coordenação em Escada, que já vem há sete anos para o congresso e acredita que o evento cresce cada vez mais. Como participante do Grande Coral tem as melhores expectativas para os próximos anos: “Cada dia tem mais participantes, a obra do Senhor sempre cresce’, conclui.

Na foto, Carmem Lopes do Setor 05 – Escada. Foto: Everton Irineu – RBC

As Pessoas chegaram de: Camela, Caruaru, Macéio – AL, Escada, Catende, Aldeia, Chão de Alegria, Cupira e de outros setores da IEADPE para glorificar a Deus. São cristãs que lotaram as dependências do templo.  Pouco mais de 8 mil irmãos e irmãs se reuniram para um verdadeiro culto que incluiu crentes até de Juazeiro-BA e Natal-RN.

Os presentes ao templo central entoaram do início ao fim do estudo deste sábado (31); “Quão grande é o meu Deus” (…); “Agindo Deus” (…) entre outros hinos e canções conhecidos pela maioria da igreja. o Louvor não parou, inclusive com participação do grupo Heroínas de Cristo que vieram de Catende, Mata Sul pernambucana, para exaltar a Deus no devocional de hoje.

Dentre as Heroínas de Cristo, está Elisabeth Silva que também faz parte do coral harmonia celestial em sua cidade. Elisabeth que participa há pelo menos oito anos do congresso das mulheres, está cada dia mais impressionada com as edições do evento a cada ano: ‘ Cada ano que se passa, [o congresso] vem diferente. É Maravilhoso!’ completa a cantora.

 

Na Imagem, Elisabeth Silva, integrante do grupo heroínas de Cristo em Catende-PE / Foto: Everton Irineu - RBC
Na imagem, Elisabeth Silva, integrante do grupo Heroínas de Cristo em Catende. Foto: Everton Irineu – RBC

O Estudo começou pouco mais de 9h15 da manhã com Pastor Samuel Oliveira, coordenador da IEADPE em Caruaru, que trouxe para os ouvintes e irmãos em Cristo, uma mensagem de ‘santificação para os lábios’. Nas cartas aos I tessalonicenses, evangelhos de Marcos e Mateus, entre outras passagens bíblicas, um dos líderes da IEADPE pregou em combate a língua impura e ao mesmo tempo alertou para seu poder de destruição: ‘Nenhum crente vai estar livre de uma língua impetuosa, mas você tem um Deus que livra seu povo’, declara o pastor.

Na ilustração, O Pastor-coordenador Samuel Oliveira / Foto: Everton Irineu - RBC
Pastor Samuel Oliveira, Vice-presidente da CONADEPE. Foto: Everton Irineu – RBC

O Culto seguiu com louvores e intervenções de obreiros e da Irmã Judite Alves que citou os municípios participantes na manhã deste sábado. A Palavra continuou a ser ministrada, desta vez o Pastor Presidente Ailton José Alves trouxe um estudo a favor de purificação da família. O Líder da IEADPE aconselhou e advertiu em Cristo Jesus, para os perigos de se distrair ou não instruir o filho no caminho da santidade. O Pastor afirma ser separação total deste pecaminoso mundo: “Ser santo é apartar-se do pecado e viver para Deus”, afirma.

"Ser santo é apartar-se do pecadoe viver para Deus", declara Aílton José Alves ,Pastor- Presidente da IEADPE / Foto: Everton Irineu - RBC
“Ser santo é apartar-se do pecado e viver para Deus”, Pastor Ailton José Alves , Presidente da IEADPE. Foto: Everton Irineu – RBC

“Quando abandonamos a família, os prejuízos são irreparáveis”, expressa o Presidente da IEADPE que baseado em livros como: Gênesis, Josué e Jó, expõe sua preocupação com uma igreja mais santificada e separada para Deus. E, em referências históricas e teológicas justifica a necessidade de uma mulher que edifique seu lar e a importância de uma família fomentada em Cristo.

O 13º Congresso das Mulheres ainda não acabou. Você ainda tem oportunidade de participar e acompanhar cada momento de um dos eventos mais especiais para a IEADPE. E, para não ficar por fora do que acontece nesta edição, nos acompanhe no facebook: TVRBC1; Youtube ao vivo: http://www.youtube.com/watch?v=MumV9lxyCt0 ; Canal 14 para todo Recife e um resumo de tudo o que aconteceu hoje no portal: adnews.jor.br/site.

Santificação para os olhos

Grande Coral - segunda noite do 13º Congresso de Mulheres. Foto: Jackson Amil - RBC
Grande Coral – segunda noite do 13º Congresso de Mulheres. Foto: Jackson Amil – RBC

“Eu aprendi a ser mais crente hoje”, disse a irmã Fátima Silva, do município de Carpina, nesta segunda noite do 13º Congresso de Mulheres da IEADPE. Segundo a congressista, é sempre uma grande satisfação participar das edições do evento. “Aprendi coisas demais. Foi muito gratificante estar aqui hoje, sentindo a presença do Senhor. Vou para casa, mas amanhã estarei aqui de novo, em nome de Jesus”, revela.

A noite desta sexta-feira (30) começou muito cedo para quem estava no Templo Central desde a manhã, e demorou a chegar para quem estava com planos de vir ao culto da segunda noite. Neste primeiro dia de estudos diários não houve pausas. Desde as 8h, todas as mulheres presentes no evento estiveram atentas a todas as aulas.

Na hora do almoço houve revezamento. Em nenhum momento os bancos se esvaziaram. Afinal, o momento devocional é disputado. São muitas bênçãos e milagres recebidos e todas desejam agradecer a Deus publicamente.

Nem no final da tarde elas param. Enquanto uma multidão deixa o templo e volta para casa – principalmente para as cidades da Zona da Mata e do Agreste – outra multidão chega ávida para sentir a presença do Senhor e se junta a uma terceira multidão que faz questão de permanecer no evento.

Adoração no 13º Congresso de Mulheres. Foto: Hércio Morais - RBC
Adoração no 13º Congresso de Mulheres. Foto: Hércio Moraes – RBC

Depois do culto introdutório, uma equipe de louvor começou a entoar com toda a congregação os hinos congregacionais do culto festivo. Em seguida, vários louvores e cânticos pelos cantores Flavia Cristinne, Quarteto Genesis, grupos convidados, como o Coral de Mulheres de Maceió – AL, além do hino oficial Santidade, pelo grande Coral acompanhado pela cantora Elia Oliveira.

Para a noite do culto festivo, o assunto mais uma vez seguiu na temática da santidade, mas seguimentado para um dos cinco sentidos do ser humano: a visão. “Buscando a santificação para os meus olhos”, este foi o contexto abordado pelo Evangelista Natanael Balé. Sua explanação foi baseada no trecho […] Se os seus olhos forem bons, todo o seu corpo será cheio de luz. Mas se os seus olhos forem maus, todo o seu corpo será cheio de trevas […] do livro de Mateus 6. 22 – 23, que trata da visão espiritual.

Começou a expor as características e as consequências dos olhos não santificados (olhos maus), que são influenciados pelo inimigo, são olhos bisbilhoteiros, olhares soberbos, olhos malignos, nunca se fartam, não conseguem ver o que é correto, zombam das autoridades constituídas por Deus, são adúlteros e fazem o mal. Concluiu o tópico informando que os olhos que não são santificados estão cheio de pecados.

Na segunda parte, falou das características dos olhos santificados: que são saudáveis, veem o que realmente está em sua vista, são olhos para ver a herança destinada aos santos, tem luz, é um olhar que espera em Deus, se alegra com a salvação de Deus, semeiam a esperança, contemplam o Senhor e sabem identificar o espiritual do material.

“Os olhos santificados são olhos verdadeiros, abençoados, misericordiosos. Os olhos santificados refletem a luz do Senhor Jesus. Para influenciar esta geração, precisamos molhar o altar de Deus com lágrimas, e, Deus vai inverter esta situação. Molhemos o altar de Deus com lágrimas sinceras e verdadeiras.” E concluiu profetizando para a igreja: “Se prepare para as novidades de Deus!”

Ev. Natanael Balé preletor da segunda noite do 13º Congresso de Mulheres. Foto: Jackson Amil - RBC
Ev. Natanael Balé preletor da segunda noite do 13º Congresso de Mulheres. Foto: Jackson Amil – RBC

Nesta confraternização, estava a irmã Marilene França, da área 02 – Alto dos Coqueiros. Ela conta que Deus lhe deu um grande livramento de câncer. “Passei o processo de uma cirurgia, e Ele falou e cumpriu na minha vida e estou aqui louvando o nome dEle”, expressa Marilene, que há quatro anos participa do grande coral do evento.

Desde os Terminais Integrados (T.I) do Grande Recife, a movimentação de irmãs que se dirigiam ao Templo Central da IEADPE, era intensa. Vinham de todas as partes, estavam vestidas com a camisa oficial do evento, que sinalizavam de longe, que eram congressistas.